Notícias

Governo articula votação para evita viés de baixa

24/10/2017 00:29
24 DE OUTUBRO DE 2017 GOVERNO ARTICULA VOTAÇÃO PARA EVITAR ‘VIÉS DE BAIXA’ O governo endurece o jogo, na reta final, para somar ao menos 264 votos favoráveis a Michel Temer na votação da segunda denúncia, nesta quarta (25). Um voto a menos dos 263 obtidos na rejeição à 1ª denúncia poderia...
Leia mais

Riqueza ambiental - Presidente Michel Temer

23/10/2017 17:11
Riqueza ambiental | Michel Temer - Folha de S. Paulo   Assinei no último fim de semana, durante visita ao nosso belíssimo Pantanal, patrimônio nacional e da humanidade, a maior e mais inovadora iniciativa ambiental do governo -a conversão de multas na preservação da...
Leia mais

Papa: Deus é o fundamento da existência

23/10/2017 07:39
Postado Por Josenildo Melo Jornalista MTB DRT PI 01958 - Credenciado Vaticanista   Papa Francisco \ Missa Santa Marta Papa: a idolatria do dinheiro mata; Deus é o fundamento da existência   Cidade do Vaticano (RV) – O Papa começou a segunda-feira (23/10) celebrando a...
Leia mais

Temer Manda ABIN contratar mais 300 Arapongas

23/10/2017 06:20
23 DE OUTUBRO DE 2017 - Coluna do Cláudio Humberto - Segunda-feira TEMER MANDA ABIN CONTRATAR MAIS 300 ARAPONGAS Dois dias após a revista Veja acusar o governo de acionar seu serviço secreto para investigar o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o...
Leia mais

Papa Francisco prefacia livro sobre suas entrevistas

23/10/2017 06:07
Postado Por Josenildo Melo Jornalista MTB DRT PI 01958 - Credenciado Vaticanista   Papa Francisco \ Documentos Papa prefacia livro sobre suas entrevistas: elas têm um valor pastoral   Cidade do Vaticano (RV) - "As entrevistas, para mim, têm sempre um valor pastoral", "se...
Leia mais

Artigo: Imposição da Ideologia pelo Medo

23/10/2017 05:57
Por SILVIA CAETANO IMPOSIÇÃO DA IDEOLOGIA PELO MEDO   Lisboa - O Primeiro Ministro da Espanha,Mariano Rajoy, já havia cometido o pior de todos os erros com relação à Catalunha, que foi a repressão.Ontem, trancou e jogou fora a chave da porta para uma solução negociada com os...
Leia mais

Atualidade\Geral: Cultura tribal dos hebreus e árabes

23/10/2017 05:51
Postado Por Josenildo Melo Jornalista MTB DRT PI 01958 - Credenciado Vaticanista   Atualidade \ Geral Cultura tribal dos hebreus e árabes   Dubai (RV) - Amigas e amigos, é com imensa alegria que os saúdo.   Para conhecer as culturas e as religiões faz-se...
Leia mais

A humanidade conheceu figuras representativas

22/10/2017 22:49
Por IPOJUCA PONTES LULA – O RATO QUE RUGE (E AINDA BOLSONARO)     Conclui meu último artigo (“Bolsonaro, Lula e a mídia”), indagando: “E quanto ao Lula, o rato que ruge, réu condenado e arauto do PT, o partido dos trambiques?”   No histórico, Lula sempre foi um...
Leia mais

As urnas perdoam a corrupção? | Clóvis Rossi

22/10/2017 22:46
As urnas perdoam a corrupção? | Clóvis Rossi - Folha de S. Paulo   Cristina Fernández de Kirchner, a ex-presidente da Argentina, está sendo investigada em oito casos diferentes de corrupção. Não obstante, é praticamente certo que será eleita neste domingo (22) senadora pela...
Leia mais

Uma agenda para o centro político - Estadão

22/10/2017 19:00
Uma agenda para o centro político | *Sergio Fausto - O Estado de S.Paulo   Não é preciso escolher entre sociedade justa e economia produtiva; lutemos pelas duas   À direita se escuta: é preciso aumentar a produtividade da economia. À esquerda se ouve: é necessário reduzir a...
Leia mais

Francisco \ Audiencias, Catequesis y Ángelus

22/10/2017 18:55
Postado Por Josenildo Melo Jornalista MTB DRT PI 01958 - Credenciado Vaticanista   Francisco \ Audiencias, Catequesis y Ángelus Mártires, Mes Misionero Extraordinario, San Juan Pablo II, Paz en el mundo, Señor de los Milagros, en los saludos del Papa   Después de rezar el...
Leia mais

Fernando Gabeira: Onde é mesmo que estamos?

22/10/2017 14:56
Onde é mesmo que estamos? | Fernando Gabeira - O Globo   Questão colocada para mim no Twitter: o que responderia sobre o Brasil de hoje, se alguém me perguntasse: “O que é isso, companheiro?” Responderia que isso que estamos vendo é o fim de um sistema político partidário. A própria...
Leia mais

The Power of North Korea’s Cyberthreat

22/10/2017 14:28
O poder da Cyberthreat da Coréia do Norte - EDITORIAL   O inquérito de refrigeração do cyberpower da Coréia do Norte no The Times, descrevendo um programa sofisticado não só de armas de guerra, mas também de roubo, chantagem, assédio e assentamento, é chocante, mas não é...
Leia mais

Lula o presidente do Conselho Contra Corrupção?

22/10/2017 14:17
22 DE OUTUBRO DE 2017 MULTAS IMPOSTAS AOS POLÍTICOS VOLTAM PARA ELES Até agosto, a Justiça Eleitoral distribuiu entre os partidos políticos R$ 55,8 milhões arrecadados apenas com multas e outras penalidades eleitorais. O valor não inclui a distribuição regular do Fundo Partidário, que...
Leia mais

Apesar de vocês - Por Guilherme Fiuza

22/10/2017 14:13
Apesar de vocês - GUILHERME FIUZA O Globo    Vocação dos brasileiros para santificar picaretas não é novidade. Se fosse, o conto do vigário pornô não teria durado 13 anos   O gigante está se guardando pra quando o carnaval eleitoral chegar. A opinião pública — essa...
Leia mais

Cicatrizes de Temer - - O Estado de S.Paulo

22/10/2017 12:45
Cicatrizes de Temer | Eliane Cantanhêde - O Estado de S.Paulo   Joesley preso, Janot já era e Temer se salva; apesar disso... cicatrizes ficam   Aos solavancos, de delação em delação, de denúncia em denúncia, o presidente Michel Temer acredita que, daqui para frente, tudo...
Leia mais

Pré-candidatos à Presidência buscam agenda

22/10/2017 12:37
Pré-candidatos à Presidência buscam agenda contra a crise Presidenciáveis sabem que serão cobrados sobre temas espinhosos e discutem abordagem com economistas   Renata Agostini, Douglas Gavras, Ricardo Galhardo | O Estado de S. Paulo.   Políticos que pretendem se lançar na...
Leia mais

Papa: Comprometer-se com as realidades sociais

22/10/2017 12:27
Postado Por Josenildo Melo Jornalista MTB DRT PI 01958 - Credenciado Vaticanista   Papa Francisco \ Angelus Papa: cristão é chamado a comprometer-se com as realidades humanas e sociais   Cidade do Vaticano (RV) - O Papa Francisco rezou a oração mariana do Angelus, deste...
Leia mais

Temer: Planalto elege slogan do day after

22/10/2017 12:21
Brasil   Certo de enterrar denúncia, Planalto elege slogan do ‘day after’   Governo vai adotar mote 'Agora é Avançar' não apenas em campanhas publicitárias, mas também em discursos e programas O presidente Michel Temer - Foto de Evaristo Sá/AFP   Por Estadão...
Leia mais

A lógica do medo - Jornal Correio Braziliense

22/10/2017 10:26
A lógica do medo | Luiz Carlos Azedo Correio Braziliense   A “unidade dos contrários” acontece entre o ex-presidente Lula e o deputado Bolsonaro, que parecem manter um acordo tácito quanto à estratégia de campanha   Na política a unidade dos contrários é mais comum do que...
Leia mais

O silêncio das ruas – O Estado de S. Paulo

22/10/2017 10:22
O silêncio das ruas – Editorial | O Estado de S. Paulo Um aparente paradoxo tem intrigado os institutos de pesquisa e uma parcela significativa da imprensa e da academia: o silêncio das ruas. Parece desconcertante, para este grupo, a ideia de que um presidente tão impopular como Michel Temer...
Leia mais

Teatro dos vampiros - Vera Magalhães - Estadão

22/10/2017 09:42
Teatro dos vampiros | Vera Magalhães - O Estado de S.Paulo   Eis que, em 2017, voltamos a viver como há 26 anos. E não cansamos de andar para trás   “Voltamos a viver como há dez anos atrás E a cada hora que passa Envelhecemos dez semanas”   A epígrafe acima é...
Leia mais

Governo coloca equipamentos públicos à venda

22/10/2017 09:24
POLÍTICA - PARCERIAS   Governo coloca equipamentos públicos do Estado à venda As parcerias público privadas foram a forma para fazer dinheiro   Luciano Coelho - Editor de Política - Jornal Diário do Povo Luciano Coelho - Editor de Política - Jornal Diário do...
Leia mais

A doutrina que não evolui perde sua eficácia

21/10/2017 23:05
Postado Por Josenildo Melo Jornalista MTB DRT PI 01958 - Credenciado Vaticanista.   Artigos \ Editorial Editorial: Catecismo 25 anos - a doutrina que não evolui perde sua eficácia   Cidade do Vaticano (RV) - Em 11 de outubro próximo passado foi celebrado o 25º aniversário...
Leia mais

Não basta que um governante não roube

21/10/2017 23:01
INCÊNDIOS - O inferno passou por aqui! P. Gonçalo Portocarrero de Almada - Portugal   Não basta que um governante não roube, nem mate, porque também por omissão pode faltar gravemente aos seus deveres, se não fizer o que devia ter feito.   Um jornalista perguntou uma...
Leia mais

O Brasil entrou em novo ciclo - Revista IstoÉ

21/10/2017 18:17
Os números não mentem: o Brasil entrou em novo ciclo Por Carlos José Marques - Revista IstoÉ - Site   É fato que os indicadores atestam: a economia melhorou – e muito – em um ano, após longa fase no purgatório desandando sob a batuta da senhora Dilma & Cia. Um alívio sentido no...
Leia mais

Papa: defender e promover pessoas com deficiência

21/10/2017 18:12
Postado Por Josenildo Melo Jornalista MTB DRT PI 01958 - Credenciado Vaticanista   Papa Francisco \ Atividades Papa: Igreja deve defender e promover pessoas com deficiência   O Papa Francisco recebeu em audiência, neste sábado na Sala Clementina, os participantes no...
Leia mais

Temer: Não admitimos um brasileiro contra o outro

21/10/2017 16:33
'Não admitimos um brasileiro contra o outro', diz Temer Presidente exaltou estabilidade econômica e foi aplaudido em cerimônia de inauguração de um abatedouro de peixes, no Paraná; na próxima semana, Câmara votará denúncia   Caio Rinaldi, Marcelo Osakabe e Francisco Carlos de Assis,...
Leia mais

Empresários temem calote do Governo do Piauí

21/10/2017 16:27
FALÊNCIA - Empresários temem calote do Governo com anulação de empenhos em obras   Jornal Impresso - Diário do Povo - Edição dos dias 21 e 22 de outubro de 2017   O presidente da Associação Piauiense de Empresários de Obras Públicas (Apeop-PI), Arthur Feitosa , diz que "o...
Leia mais

A mudança política na Argentina: a receita de Macri

21/10/2017 13:53
Mundo - A mudança política na Argentina: a receita de Macri Antipopulista - Macri, em discurso no “dia” do peronismo, em Buenos Aires: dez minutos sem emoção (Diego Giudice/VEJA)   Presidente argentino imprime um estilo que é a antítese de Perón   Por Duda Teixeira -...
Leia mais
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Página inicial

STF libera candidatura de Maia à reeleição

02/02/2017 11:25
STF libera candidatura de Maia à reeleição Supremo nega quatro pedidos para barrar candidatura de Maia   • Celso de Mello, decano da Corte, rejeita pedidos de liminares para barrar a candidatura do presidente da Casa; deputado do DEM é favorito e tem apoio do...
Leia mais

Família autoriza doação dos órgãos de Marisa Letícia

02/02/2017 11:07
Família autoriza doação dos órgãos de Marisa Letícia A ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva, esposa e companheira do ex-presidente, durante o Encontro das mulheres e militantes com Lula, na Casa de Portugal do Grande ABC em Santo André (SP) (Leonardo Benassatto/Futura...
Leia mais

Eunício Oliveira é eleito presidente do Senado

01/02/2017 20:15
Eunício Oliveira é eleito presidente do Senado   Peemedebista recebeu 61 votos, contra 10 do seu único adversário, José Medeiros. Novo presidente foi citado em delação da Odebrecht   Por Da redação - Site da Revista Veja O novo presidente do Senado, Eunício Oliveira...
Leia mais

Eunício deve ser eleito hoje no Senado - Estadão

01/02/2017 13:29
Eunício deve ser eleito hoje no Senado • Com apoio da base e da oposição, senador do PMDB é defensor da agenda de reformas do governo Michel Temer, de quem se diz amigo   Ricardo Brito | O Estado de S.Paulo   BRASÍLIA - Num contraponto à tensa disputa ao comando da Câmara,...
Leia mais

Artigo: A grande jogada de mestre ?

01/02/2017 11:40
A grande jogada de mestre ? Por Josenildo Melo   Em se concretizando hoje a filiação de um grande nome da política piauiense; o grande mestre coloca no tabuleiro do xadrez político a concretização de um sonho em prol do Estado do Piauí. E não está errado? Afinal quem é o grande...
Leia mais

Resposta ao desemprego - Míriam Leitão

01/02/2017 11:22
Resposta ao desemprego - Míriam Leitão - O Globo   O principal problema da economia brasileira hoje é o desemprego. Ele é o fruto mais amargo da grave crise na qual o país entrou por má condução da política econômica. Foi o governo Dilma que jogou o emprego nesta queda livre, mas o...
Leia mais

Cármen Lúcia quer sortear relatoria da Lava Jato

31/01/2017 11:57
Cármen Lúcia quer sortear relatoria da Lava Jato entre cinco Novo relator decidirá sobre sigilo de delação da Odebrecht   • Nome deve ser escolhido entre os integrantes da 2ª Turma do tribunal   Letícia Casado, Valdo Cruz | Folha de S. Paulo   BRASÍLIA - Após a...
Leia mais

Supremo homologa delação da Odebrecht - Estadão

31/01/2017 11:47
Supremo homologa delação da Odebrecht, mas mantém sigilo Ministra Carmen Lúcia homologa as 77 delações da Odebrecht   • Presidente do STF, contudo, decidiu manter o sigilo dos depoimentos dos executivos e ex-executivos da empresa   Breno Pires e Rafael Moraes Moura | O...
Leia mais

Estatais do Rio, MG e RS valem R$ 34 bilhões

30/01/2017 12:14
Estatais do Rio, MG e RS valem R$ 34 bilhões Por Rodrigo Carro | Valor Econômico   RIO - Se privatizarem todas as suas estatais, os Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul conseguirão abater quase 50% de sua dívida com a União. Levantamento feito pela agência de...
Leia mais

Sinais para a sociedade - Merval Pereira

29/01/2017 13:24
Sinais para a sociedade - Merval Pereira - O Globo   Homologar delações da Odebrecht será bom sinal. Caso a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, a “lucidade senhora” nas palavras do músico Tom Zé, homologue as delações dos 77 executivos da Odebrecht, ou pelo...
Leia mais
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Consumo puxa economia e faz disparar ações do varejo
Por Juliana Machado | Valor Econômico
 
SÃO PAULO - No momento em que a bolsa de valores brasileira ganha impulso e o Ibovespa rompe níveis históricos, ações de companhias de varejo básico e consumo de eletrodomésticos, vestuário e alimentação proporcionam ganhos extraordinários a seus acionistas. Em movimento coerente com a dinâmica de recuperação da economia, puxada pelo consumo, os papéis dessas empresas tiveram neste ano alta muito superior aos 23,76% do Ibovespa. Magazine Luiza, por exemplo, subiu 423%, Guararapes, 130% e Arezzo, 125%. Outros bons exemplos são Hering, Via Varejo, B2W, Renner e Pão de Açúcar.
 
A queda dos juros e a retomada gradual do crescimento econômico compõem a equação que provocou a recente recuperação da bolsa e mantém boas perspectivas para essas ações. Para analistas ouvidos pelo Valor, a retomada beneficia primeiramente empresas que atendem o consumo de menor valor, menos dependente do crédito e que tira proveito da melhora da renda real provocada pela queda da inflação.
 
A leitura é de que muitos consumidores só vão conseguir trocar de carro dentro de um ano e comprar um apartamento em 2019, mas já começam a adquirir eletrodomésticos e roupas.
 
Especialistas consideram que muitos desses papéis de empresas de varejo ainda têm espaço para ganhos. Ricardo Peretti, da Santander Corretora, chama a atenção para o fato de que há algumas empresas com cotações ainda relativamente baratas, como Americanas, Hering e Carrefour, pelas quais o interesse do investidor pode ser maior.
 
Levantamento feito pelo Valor Data mostra que a receita dessas empresas teve uma clara recuperação nos últimos trimestres, desempenho que contrasta com companhias que reagem mais diretamente a investimentos, como bens de capital e siderurgia, ou das incorporadoras, que dependem da capacidade de endividamento de longo prazo do consumidor.
 
Ações ligadas a varejo disparam em meio à retomada do consumo
No momento em que a bolsa de valores brasileira ganha impulso e o Ibovespa rompe níveis históricos, ações de companhias de varejo básico e consumo discricionário - eletrodomésticos, vestuário e alimentação - ganham destaque. O movimento é coerente com a dinâmica de recuperação da economia, que vem sendo puxada pelo consumo, e não pelo investimento, o que faz com que essas empresas continuem no foco dos gestores, mesmo depois de valorizações expressivas nos últimos meses.
 
A queda da taxa de juros e a retomada, ainda que gradual, do crescimento econômico compõem a equação que provocou a recente recuperação da bolsa e mantém boas perspectivas para as ações. Mas, para analistas ouvidos pelo Valor, essa retomada beneficia primeiramente empresas que atendem ao consumo de menor valor, menos dependente do crédito e que tira proveito da melhora da renda real provocada pela queda da inflação.
 
A leitura é de que o consumidor só vai conseguir trocar de carro dentro de um ano e comprar um apartamento em 2019, mas já começa a gastar com eletrodomésticos ou roupas. Comportamento esse que beneficia empresas como Lojas Americanas, Lojas Renner, Natura e Pão de Açúcar, que fazem parte do Ibovespa. Mas também Marisa, Carrefour, Hering, Arezzo, Magazine Luiza e Guararapes, dona da Riachuelo.
 
Todas essas ações acumulam forte alta este ano, superando, inclusive, o Ibovespa, com valorização de 23,76% no período. O caso mais impressionante é o de Magazine Luiza, cuja ação avançou 422,6%. Entre outros exemplos emblemáticos, estão Guararapes, com alta de 130%, e Arezzo, cujo papel já subiu 124,6%.
 
Ainda assim, para especialistas, muitas dessas ações ainda têm espaço para ganhos adicionais. Em relatório de julho deste ano, o Bradesco BBI apontava trajetória crescente para a Magazine Luiza diante da perspectiva de resultados ainda fortes, ganho de participação de mercado e de rentabilidade.
 
Já Ricardo Peretti, da Santander Corretora, chama a atenção para o fato de que há algumas empresas relativamente mais atrasadas, pelas quais o interesse do investidor pode ser maior. Ele destaca Lojas Americanas, que acumula alta de 24,3% no ano - pouco acima do Ibovespa -, Hering (+98%) e Carrefour, que desde a estreia na bolsa, em 20 de julho, sobe 11,41%, abaixo do índice (14,78%).
 
Levantamento feito pelo Valor Data mostra que a receita líquida somada de 13 empresas ligadas ao varejo teve uma clara recuperação ao longos dos últimos trimestres, desempenho que contrasta com o de companhias que reagem mais diretamente a investimentos, de setores como bens de capital e siderurgia, ou das incorporadoras, que dependem da capacidade de endividamento de longo prazo do consumidor.
 
O bom desempenho está refletido nos dados divulgados ontem pelo IBGE, que confirmam que a recuperação do varejo observada no segundo trimestre tem continuidade. Em julho, as vendas ficaram 1,7% acima da média do segundo trimestre. Isso reforça que o setor continua sendo a principal força motriz para a retomada da atividade brasileira na segunda metade do ano, assim como aconteceu no semestre passado.
 
"Companhias e setores mais conectados com a economia, como consumo discricionário e bens de capital, podem contar com revisões para cima das estimativas de lucro por ação conforme o crescimento econômico seja incorporado aos preços", dizem os analistas do Bank of America Merrill Lynch (BofA) Felipe Hirai e Nicole Inui, em relatório. Eles explicam que a expectativa é que haja crescimento das receitas para o setor de varejo em 2017 e 2018, enquanto as vendas no conceito mesmas lojas, isto é, unidades abertas há pelo menos um ano, também devem registrar expansão de 6,2% este ano e 6,4% em 2018, ante 2,3% registrados em 2016.
 
Peretti, da Santander, confirma que o cenário macroeconômico - inflação baixa, juros em queda, crescimento do salário médio e redução do endividamento das famílias - dá suporte à perspectiva positiva para o consumo e para a própria atividade. "Varejistas são as primeiras a responder", afirma o analista. "Essa dinâmica é importante para todos os segmentos da economia, mas o tíquete médio é um pouco menor nas empresas de varejo, o que significa que a necessidade de crédito do setor é menor do que para os demais."
 
Para Ivo Chermont, economista-chefe da gestora Quantitas, o menor endividamento das famílias deve colaborar ainda mais para a renda disponível para gastos básicos e discricionários. "E isso vai melhorando à medida que os juros forem caindo", diz.
 
A ata do Copom confirmou que a Selic vai continuar em queda, ainda que em um ritmo mais lento. E a maior parte dos economistas acredita que a taxa possa fechar o ano em 7%, abaixo da mínima histórica, de 7,25%.
 
Analistas têm citado as incertezas políticas, que ganham intensidade com a aproximação da eleição presidencial, como um elemento de risco para a continuidade desse cenário favorável para atividade e, consequentemente, para o mercado de ações. Somente com a confirmação da continuidade da agenda de reformas depois de 2018 é que o investimento deve ganhar tração. "Para o crescimento [da economia e das empresas] ser sustentável, vale frisar que precisamos que os investimentos aumentem também. Para isso, além da menor taxa de juros, é fundamental a reorganização fiscal do Brasil. Se não conseguirmos isso, podemos voltar a andar para trás", pondera Chermont prisão, o que não tem respaldo na Constituição. O Senado tem que deliberar sobre isso — disse Gilmar, acrescentando: — Temos que evitar o populismo constitucional, institucional. Devemos nos balizar pela Constituição. Quando começamos a reescrever a Constituição, é preocupaPnte.
Papa Francisco \ Encontros e Eventos
Ameaça aos rios: Francisco pede respostas rápidas e eficazes
 
Cidade do Vaticano (RV) – Respostas rápidas e eficazes: este é o pedido do Papa Francisco aos participantes do Congresso internacional “Água e Clima. Os grandes rios do mundo se encontram”.
 
De 23 a 25 de outubro, pela primeira representantes governamentais das principais bacias fluviais do mundo se reúnem em Roma para dar vida a um diálogo construtivo para enfrentar o futuro da água em meio às mudanças climáticas.
 
Diante de fenômenos sempre mais violentos, como inundações, secas e destruição de ecossistemas, a finalidade do encontro é criar uma visão comum em vista da COP 23, que se realizará em Bonn (Alemanha) no próximo mês de novembro, e do Fórum Mundial da Água de Brasília, previsto para março de 2018.
 
A mensagem do Papa Francisco foi lida pelo Secretário de Estado, Card. Pietro Parolin, que participou da inauguração do evento. No texto, o Pontífice expressa os votos de que o trabalho dos participantes para sensibilizar a consciência da comunidade internacional leve não só a soluções práticas, mas evidencie também a necessidade de uma abordagem mais integrada em vista da promoção do desenvolvimento e da difusão de uma “cultura do cuidado”.
 
De modo especial, o Papa espera que a ameaça representada pela mudança climáticas aos nossos irmãos e irmãs nos países mais vulneráveis possa encontrar “respostas rápidas e eficazes”.
 
Do evento participa também o Diretor-Geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Dr. José Graziano da Silva. As problemáticas relativas ao Rio Amazonas serão expostas pela embaixadora venezuelana Maria Jacqueline Mendoza Ortega.
 

 

 
Nomeação infeliz – Editorial | Folha de S. Paulo
Em episódio que marcou os estertores do governo petista, a ex-presidente Dilma Rousseff anunciou a escolha de seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, para a chefia da Casa Civil.
 
Como ficou mais que evidente à época, tratava-se de manobra que tinha como um de seus objetivos garantir foro privilegiado ao ministro recém-nomeado, em cujo encalço estava a força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba.
 
Eis que agora o Palácio do Planalto, sob o comando de Michel Temer (PMDB), decide conceder status ministerial a Moreira Franco, peemedebista citado ao menos 34 vezes em delação premiada de um ex-dirigente da construtora Odebrecht.
 
Há que se guardar, por óbvio, as proporções entre as circunstâncias, os personagens envolvidos e as consequências esperadas em um e outro caso. Mas o eventual sentido administrativo da medida de Temer permanece muito menos visível que o benefício concedido ao correligionário.
 
Moreira Franco é um dos auxiliares mais próximos ao presidente. Ocupava o cargo, estratégico para a política econômica, de secretário-executivo do Programa de Parceria em Investimentos (PPI), ao qual cabe desfazer os gargalos no setor de infraestrutura.
 
Assumirá a recriada Secretaria-Geral da Presidência, à qual estará subordinado o mesmo PPI, além das estruturas de comunicação, administração e cerimonial.
 
Sobre ele pesa a suspeita —que evidentemente ainda precisaria ser corroborada por provas— de ter auferido propinas, sob o codinome "Angorá", para fazer avançarem os interesses da empreiteira quando era ministro da Aviação Civil do governo Dilma.
 
Boas razões embasam o princípio do foro privilegiado —pelo qual ministros de Estado, entre outras autoridades de primeiro escalão, só podem ser processados e julgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Trata-se de uma proteção contra a litigância de má-fé por parte de inimigos políticos.
 
A garantia constitucional, entretanto, não pode se converter em atalho para a impunidade, o que muitas vezes ocorre devido ao acúmulo de processos que se arrastam no STF.
 
Como revelou uma pesquisa efetuada por este jornal, em novembro passado havia nada menos que 362 inquéritos e 84 ações envolvendo profissionais da política na corte.
 
Por ineficiência geral da Justiça e chicanas jurídicas dos interessados, o foro é visto com desconfiança pela opinião pública. Quaisquer que tenham sido seus propósitos, a nomeação infeliz anunciada por Michel Temer acaba por contribuir para essa imagem nega
Papa Francisco \ Atividades
Papa: carta ao Cardeal Robert Sarah
 
Cidade do Vaticano (RV) - O Papa Francisco enviou uma carta ao Cardeal Robert Sarah para, citamos, "exprimir simplesmente e claramente" algumas observações sobre o Motu proprio Magnum Principium, sobre traduções dos textos litúrgicos e dos textos bíblicos.
 
No documento endereçado ao Prefeito da Congregação para o Culto Divino -  divulgado pela Sala de Imprensa da Santa Sé -  o Papa sublinha antes de tudo a "clara diferença" que o novo Motu proprio estabelece entre recognitio (verificação) e confirmatio (confirmação).
 
Não são "sinónimos, nem intercambiáveis", enfatiza o Pontífice. E isto - observa - para "abolir a prática adoptada pelo Dicastério após a Liturgiam authenticam e que o novo Motu proprio quis modificar”.
 
Sobre a responsabilidade das Conferências Episcopais de traduzir fidelitur (fielmente ) - recorda Francisco -  é necessário precisar que o juízo sobre a fidelidade ao latim e as eventuais correcções necessárias, era tarefa do Dicastério, enquanto agora a norma concede às Conferências Episcopais a faculdade de julgar a bondade e a coerência de uma ou outra expressão nas traduções do original, mesmo que em diálogo com a Santa Sé".
A confirmatio - acrescenta o Papa - "não supõe mais, portanto, um exame detalhado palavra por palavra, excepto nos casos evidentes que podem ser feitos presentes aos Bispos para uma ulterior reflexão deles".
 
Isto - lê-se ainda na carta - "vale em particular para as fórmulas relevantes, como para as Orações Eucarísticas e em particular as fórmulas sacramentais aprovadas pelo Santo Padre".
 
Neste sentido - reitera o Papa Francisco - "a recognitio indica somente a verificação e a salvaguarda da conformidade ao direito e à comunhão da Igreja".
 
Eis porque – acrescenta o Papa - "o processo de traduzir os textos litúrgicos relevantes (por exemplo, fórmulas sacramentais, o Credo, o Pater noster) numa língua - da qual são consideradas traduções autênticas - não deveria levar a um espírito de "imposição" às Conferências Episcopais de uma dada tradução feita pelo Dicastério, porque isto comprometeria o direito dos Bispos".
 
Para o Papa, resulta portanto "inexato atribuir à confirmatio a finalidade da recognitio (ou seja, 'verificar e salvaguardar a conformidade ao direito')".
A confirmatio - observa ainda Francisco - "não é um ato meramente formal, mas necessário à edição do livro litúrgico "traduzido": é concedida depois que a versão tenha sido submetida à Sé Apostólica para a ratificação da aprovação dos Bispos, num espírito de diálogo e de ajuda a reflectir se e quando fosse necessário, respeitando os seus direitos e deveres, considerando a legalidade do processo seguido e as modalidades".
 
O Papa se refere por fim à nota “Commentaire” - transmitida pelo Cardeal Sarah ao Papa a 30 de setembro passado e "publicada em alguns sitos, e erroneamente atribuída à sua pessoa".
 
"Peço ao senhor cortesmente – conclui dizendo  Francisco dirigindo-se ao purpurado - para providenciar à divulgação desta minha resposta nestes mesmos sitos, assim como o envio da mesma a todas as Conferências Episcopais, aos membros e aos consultores do mesmo dicastério".
 
Cidade do Vaticano (RV) - "As entrevistas, para mim, têm sempre um valor pastoral", "se não tivesse esta confiança, não concederia entrevistas".
É o que afirmou o Papa Francisco no prefácio do livro  "Adesso Fate le vostre domande" ("Agora façam as vossas perguntas"), do Padre António Spadaro, apresentado no final da tarde deste último sábado na sede da "Civiltà Cattolica".
 
Jorge Mario Bergoglio, recorda que quando era Arcebispo em Buenos Aires, "tinha um pouco de medo dos jornalistas" e por esta razão não concedia entrevistas. Como Pontífice, porém, convenceu-se de que as entrevistas são "uma maneira de comunicação" do seu ministério.
 
E, significativamente, une, disse, "estas conversações nas entrevistas com a forma quotidiana das homilias na Santa Marta, que é - digamos assim - a minha paróquia".
 
Francisco sublinha que nas entrevistas, assim como nas conferências de imprensa com os jornalistas no avião, lhe agrada "olhar as pessoas nos olhos e responder às perguntas com sinceridade". "Sei que isso, acrescenta o Papa, pode tornar-me vulnerável, mas, é um risco que quero correr. 
 
Para mim, as entrevistas são um diálogo, não uma lição", eis porque "não me preparo".
 
O livro traz também duas conversas com os Superiores Gerais. "Conversar - escreve o Papa - sempre me pareceu o melhor modo para encontrarmo-nos realmente".
 
Existem também conversas com os jesuítas, onde - destaca - "me sinto em família e falo a nossa linguagem de família, e não temo incompreensões".
 
O Papa conclui o prefácio do livro, reiterando o desejo de uma "Igreja que saiba inserir-se nas conversas dos homens, que saiba dialogar". "É a Igreja de Emaús - observa Francisco - em que o Senhor entrevista os discípulos que caminham desencorajados. Para mim, a entrevista é parte desta conversação da Igreja com os homens de hoje".

 

Interesses cruzados | Leandro Colon
- Folha de S. Paulo
 
A linha de corte criada por Michel Temer para definir a vida de ministros implicados pela Odebrecht deu certo fôlego ao Planalto, mas entregou à Procuradoria-Geral da República responsabilidade sobre o futuro do governo.
 
A regra tem preservado os ministros investigados, mesmo que, para abertura dos inquéritos, o Supremo tenha considerado a existência de indícios de que cometeram crimes.
 
Pelos critérios do presidente, o ministro que for denunciado pela PGR será afastado temporariamente. A demissão deve ocorrer no caso de o Supremo transformá-lo em réu.
 
Oito ministros estão na lista de inquéritos. É improvável que o tribunal julgue até o fim de 2018 possíveis denúncias contra todos eles.
 
A regra de Temer é frágil porque, uma vez fora do governo, dificilmente um ministro retorna. O presidente sabe que uma denúncia da PGR, e não uma decisão do STF, pode estabelecer quem sai da Esplanada.
 
Reportagem da Folha deste domingo (23) mostrou que Temer pretende indicar um aliado do procurador-geral, Rodrigo Janot, à sucessão do próprio, marcada para setembro.
 
Janot poupou o presidente dos inquéritos da Odebrecht por considerar que ele tem "imunidade temporária" no cargo. O peemedebista é citado como personagem de reunião vinculada a acerto de propina.
 
O procurador tem feito circular a versão de que não quer um terceiro mandato. Seus aliados agem nos bastidores para garantir o substituto, enquanto os adversários de Janot na procuradoria articulam nomes.
 
Temer vai escolher um dos indicados da listra tríplice da associação de procuradores, sem precisar optar pelo mais votado pela classe.
 
Em meio a reformas importantes no Congresso, o presidente quer segurar até quando for possível ministros de peso e sob investigação, como Eliseu Padilha e Moreira Franco.
 
E não interessa ao grupo de Janot dentro da PGR perder a condução da Lava Jato a partir de setembro.

Papa Francisco \ Encontros e Eventos

"A Igreja necessita de jovens corajosos", afirma o Papa aos canadenses
Cidade do Vaticano (RV) – O mundo e a Igreja necessitam de jovens corajosos: palavras do Papa Francisco à juventude canadense, no âmbito de um encontro organizado por duas televisões locais para ajudar os Bispos do Canadá a prepararem o Sínodo dos jovens, que se realizará daqui um ano em Roma.
 
Na videomensagem, o Pontífice fez uma série de exortações e encorajamentos: “Não deixem que roubem a juventude de vocês. Não permitam a ninguém que freiem e obscurem a luz que Cristo coloca em seu rosto e em seu coração. Sejam tecelões de relações marcadas pela confiança, pela compartilha, pela abertura até os confins do mundo. Não levantem muros e divisão”, disse o Papa, repetindo esta frase duas vezes.
 
Francisco dirigiu aos jovens a resposta que Jesus deu aos discípulos quando questionado sobre sua morada: “Venham e vejam”. “Vocês ouviram esta voz? Sentiram o impulso a se colocarem em caminho?”, pergunta o Papa. “Mesmo que o caminho seja marcado pela precariedade e pela queda, Deus, rico em misericórdia, estende a sua mão para levantá-los.”
 
Francisco prossegue: “O mundo e a Igreja necessitam de jovens corajosos, que não se assustam diante das dificuldades, que enfrentam as provações, mantêm os olhos e o coração bem abertos para a realidade, para que ninguém seja refutado, seja vítima de injustiças, de violências, seja privado da dignidade de pessoa humana”.
 
O Papa declara-se certo de que os jovens não ficarão indiferentes ao clamor de tantos outros que buscam liberdade, trabalho, estudo e a possibilidade de dar um sentido à própria vida. “Conto a disponibilidade e capacidade de vocês de enfrentar desafios importantes e de ousar o futuro, para realizar passos decisivos no caminho da transformação.”
 
Francisco conclui a videomensagem encorajando os jovens a irem ao encontro de Jesus guiados por Maria, para que possam aderir a mensagem de Cristo com o mesmo ‘sim’ de sua mãe: “Eis-me aqui”.
 

PARCERIA ESTRATÉGICA

observador-ja-nas-bancas

 

Resultado de imagem para domradio.de

Imagem relacionada

Resultado de imagem para papa francisco fotos jesuita francisco

 



Contato

Jornalista Josenildo Melo

Teresina - Piauí - Brazil

WhatsApp : 86 99513 2539


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!