A Economia Brasileira

16/07/2015 13:08

Por Josenildo Melo

A ECONOMIA BRASILEIRA

            A recessão está a bater a porta sobre a economia brasileira e este assunto já chegou ao noticiário piauiense; segundo os maiores analistas econômicos O BRASIL não consegue crescer! Os brasileiros estão endividados. A geração de empregos através do crescimento industrial não tem mais pra onde se expandir. É a vida amigos; os brasileiros e piauienses desejam realmente mudança!

            O povo, a população cansou da mesmice! Ninguém aguenta mais somente esmolas, o povo e a população deseja a consolidação das melhorias e não aceita mais a balela de que o país não cresceu por causa simplesmente dos feriados. Quem tem a graça e o privilégio de ter canais por assinatura e ler os grandes jornais amanhece percebendo o estagnar da economia brasileira. Praticamente todos os países da América Latina crescem e o nosso BRASIL não avança. O Brasil precisa realmente avançar!

            A imprensa começa a colocar o pensamento popular enfatizando, ressaltando a grave crise econômica que o BRASIL passa; depoimentos diários e até mesmo matérias já enfatizam o quanto as famílias brasileiras estão endividadas e o quanto estão a apertar cada vez mais o orçamento.

            O que é ECONOMIA? Economia é uma ciência que estuda os processos de produçãodistribuiçãoacumulação e consumo de bens materiais. É a contenção ou moderação nos gastos, é uma poupança. No sentido figurado, economia significa o controle para evitar desperdícios em qualquer serviço ou atividade. A palavra “economia” deriva da junção dos termos gregos “oikos” (casa) e “nomos” (costume, lei) resultando em “regras ou administração da casa, do lar”.

            Em síntese, em suma, a casa dos brasileiros; o nosso país segundo os grandes economistas não está sendo bem administrado. O BRASIL precisa sair da mesmice, do excessivo gasto com a operacionalização da máquina estatal.       É muito salutar sermos um país realmente de fé e isso significa maior responsabilidade sobre os rumos do nosso país e de nosso Estado. As mudanças que o povo e a população emitem através das falas em supermercados e no dia-a-dia é muito maior do que o desvio de foco que estão a realizar em nosso Estado e em nosso país! O principal problema hoje do Brasil e do Estado do Piauí é a economia. Precisamos de um país forte e de um Estado FORTE!

            O Brasil possue uma vocação nata para a industrialização e a agricultura. O BRASIL precisa urgente das reformas necessárias para o melhor desenvolvimento empresarial. A reorganização de muitos setores da economia brasileira precisa de fato e de direito acontecer. O recado claro das ruas tem a ótica de expressar que o povo, a população cansou da mesmice. O refrão brasileiro e piauiense agora é a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte. A economia brasileira agoniza e por motivos meramente eleitorais não se dar uma resposta condizente com a atual situação brasileira. Chega de retórica; nosso país precisa de reformas em todos os âmbitos. O último grande passo foi dado ainda na época de VARGAS.

            Uma economia realmente industrial e forte proporciona geração de emprego e renda; uma economia forte gera divisas e consequentemente uma maior arrecadação de impostos; uma economia forte faz com que a máquina estatal tenha um povo realmente alegre, satisfeito e próspero; uma economia forte freia até as mazelas advindas da insegurança; uma economia forte proporciona um melhor cuidado com a saúde, educação, cultura e lazer. Uma economia forte é o condutor do país.

A ECONOMIA BRASILEIRA PRECISA VOLTAR A CONDUZIR OS RUMOS DO PAÍS!


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!