A oposição criticou a estratégia do PT

04/02/2016 08:33

Presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), diz que estratégia petista a favor de Lula não deve ser a pauta do Legislativo

 

Isabela Bonfim - O Estado de S. Paulo

 

A oposição criticou nesta quarta-feira, 3, a estratégia do PT de defender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Congresso. O presidente do PSDB, Aécio Neves (MG), disse que essa não deve ser a pauta do Legislativo. “No que depender de mim, não vou trazer esse caso para o embate político. Lula é investigado pela área competente e ele vai poder se defender das acusações”, afirmou. Segundo o senador, neste momento o Congresso deve ser um espaço de debate de propostas para sair da crise.

 

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), disse que “assuntos de polícia devem ficar com a polícia”. Ele criticou o fato de senadores petistas terem feito, na terça-feira, 2, a defesa de Lula no plenário logo após a presidente Dilma Rousseff ter discursado na Câmara. “No outro plenário, a presidente veio com tom de apoio e conciliação. Minutos depois, no Senado, não fizeram uma referência à vinda da presidente ao Congresso e partiram para a agressão a senadores do PSDB e ao ex-presidente Fernando Henrique.”

 

O Ministério Público paulista intimou Lula e sua mulher, Marisa Letícia, a depor, como investigados, sobre um tríplex no Guarujá (SP).


 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!