A vida é dos simples? Por Josenildo Melo

15/10/2015 19:39

A vida é dos simples?

 

Por Josenildo Melo

 

Essa é uma verdade inegável. Os simples vivem mais e se preocupam menos. A vida sob a ótica do poder e do mundo político não deve ser invejada; como é bom mergulhar no outro lado da vida. Jesus Cristo é incansável na visão de que o mundo material realmente afasta as pessoas do caminho do bem. A vida é dos simples. O Poder e a Política não é realmente vida!

 

O Poder somente tem alguma utilidade se for realmente colocado à serviço da coletividade. E a política? No sentido clássico etimológico faria um bem enorme; mas quando tiveram a ideia de ideologizar e adentrar a todos os âmbitos da sociedade está ficando inviável. Qual político de bom senso tem coragem de percorrer os grotões e bolsões de miséria sem seguranças? A confusão ética desorganizou o espírito do que ainda restava de crença; é lamento que não acaba mais. E qual a saída? Mergulhar e estudar o mundo dos simples; dos felizes.

 

O mundo acadêmico é distante da realidade. Os melhores pesquisadores advém do vivenciar gratuito em meio aos simples. Quantos relatórios já elaboraram sobre a miséria? Inúmeros; e projetos? As gavetas dos ministérios não devem mais caber de tantas pesquisas. A vida é dos simples; em uma conversa paroquial com pessoas simples se aprende muito mais do que 10 anos enfurnados em um escritório? É mais uma verdade franciscana e jesuítica.

 

O que é a vida? Vida significa existência. Do latim “vita”, que se refere à vida. É o estado de atividade incessante comum aos seres organizados. É o período que decorre entre o nascimento e a morte. Por extensão vida é o tempo de existência ou funcionamento de alguma coisa. É loucura; é insanidade acreditar em um projeto de vida baseado apenas no dinheiro e no poder; onde irá perdurar a sobrevivência de uma vida espiritual? Um dia vai finalmente desabar!

 

Qualquer organograma baseado apenas no dinheiro; desaba. O caos começa a acontecer; as pessoas tendem a perder o mínimo de senso sobre fatos e acontecimentos; tudo começa a girar em torno do dinheiro. E quem pode perceber isso? Quem tira um ou dois dias da semana pra retirar-se. Quem verdadeiramente se aproxima do que mais importa e vale a pena; de Deus. Quem se atribula e constantemente preenche o tempo com coisas materiais é quase impossível perceber algo ou a realidade à sua volta. A vida é dos simples. Os simples reconhecem a Deus!

 

O dinheiro atrai, desequilibra disputas, mantém acessa a chama do poder? A personalidade que atribui que o dinheiro resolve tudo passa a ser uma personalidade doentia. O puxa encolhe continua; o bate e assopra perdura; nada vai se acalmar. O problema contemporâneo e brasileiro parece ser muito mais profundo. A vida é vivida é pelos simples!    

 

Que todo bom cristão não se renda; que todo homem e mulher que luta por uma sociedade justa e equitativa seja capaz de resistir a todas as tentações de uma vida passageira. Aprender a viver com o possível também é viver. Não existe resistência maior do que sobreviver com as “próprias pernas”. Viver da providência divina em todos os momentos é sinônimo de humildade. Aprendamos a ser feliz sem se render. A vida é realmente dos simples!

 

 

Artigo publicado no Conceituado e Influente Portal AZ

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!