Afastado por assédio pode ganhar 76, 6 mil reais

18/11/2017 07:04
18 DE NOVEMBRO DE 2017 - Coluna do Cláudio Humberto
AFASTADO POR ASSÉDIO PODE GANHAR R$76,6 MIL
Afastado sob acusação de assédio sexual, o embaixador João Carlos Souza-Gomes, chefe da representação do Brasil na FAO, continua recebendo o salário de US$12.745,98 (sujeito ao abate-teto para não superar a remuneração de ministro do Supremo Tribunal Federal), além de “verbas indenizatórias” de US$13.617,50 mensais, sem abate-teto. No fim, o assediador pode embolsar, em reais, até R$76.619,52.
   
CARA REGALIA
Com o abate teto, o salário do embaixador cai para US$9.964,49 brutos. Convertidos em reais, vai a R$32.750,29.
   
TUDO POR CONTA
As “verbas indenizatórias” de US$13,6 mil de um chefe de posto como o embaixador João Carlos Souza-Gomes somam R$44.756,64.
   
CONTA DE SOMAR
Embaixador recebe representação, encarregatura, auxílio-moradia, auxílio–familiar e até fator de correção cambial e inflacionária
   
É UMA PRAXE
Souza-Gomes foi afastado por 60 dias, “sem prejuízo da remuneração” por decisão do corregedor do Itamaraty, Márcio Araújo Lage.
   
FUNDO PARTIDÁRIO JÁ PAGOU R$636 MILHÕES EM 2017
Com pagamentos a partidos políticos de quase R$60 milhões apenas no mês de outubro, o Fundo Partidário atingiu os R$636,3 milhões nessa farra até 31 de outubro. A expectativa é que o total distribuído aos partidos supere os R$ 750 milhões até o final de 2017 mesmo com a decisão do governo federal de contingenciar as verbas do fundo para este ano. O fundo partidário serve para bancar as atividades dos partidos e dos políticos, como viagens (incluindo jatinhos), estadia etc.
   
PRIMEIRO
Mesmo em desgraça, o PT foi o partido que mais recebeu verbas do fundo em 2017: R$ 68,3 milhões. Até o fim do ano serão R$80 milhões.
   
SÓ EM MULTAS
Até agosto, a Justiça Eleitoral distribuiu entre os partidos políticos R$ 55,8 milhões arrecadados apenas com multas e penalidades eleitorais.
   
MULTAS RECICLADAS
As multas eleitorais, por campanha antecipada por exemplo, são pagas à Justiça Eleitoral e depois redistribuídas entre os partidos políticos.
   
VEXAME NO RIO
Tão constrangedor quanto revogar a prisão de deputados acusados de corrupção foi a ausência de protesto na rua, à exceção de alguns gatos pingados e curiosos na porta a Assembleia Legislativa do Rio. Eram 10 policiais por jornalista e cinco jornalistas por “manifestante”.
   
SINUCA DE BICO
Deputado estadual, Rafael Picciani (PMDB-RJ) ao menos se absteve na votação da Assembleia do Rio que revogou a prisão ao seu pai. Além dos 39 que votaram a favor, outros dez não deram as caras.
   
O CÉU É O LIMITE
A água invadiu gabinetes na Câmara. Assessores que ligavam para andares de cima reclamado de vazamentos ouviam a mesma resposta: “Está vazando do andar de cima”. O Anexo IV tem 10 andares.
   
BOROCOXÔ
Combinou com a tarde chuvosa de sexta, em Brasília, o início borocoxô do 14º Congresso do PCdoB. Não tinha faixas, militantes e nem povo. Só se percebia o dinheiro público do fundo partidário saindo pelo ralo.
   
BOLA DE FERRO NO PÉ
Levantamento do Paraná Pesquisa mostra que o ex-presidente FHC pode ser prejudicial a candidatos em 2018. Para 40%, o apoio de FHC diminuiria chances de voto. Para 49,4% o apoio não faz diferença.
   
QUADRILHA ASSUSTADA
Está no Tribunal Regional Federal da 4ª Região a ação sobre propinas pagas pelo Grupo Keppel em contratos da Sete Brasil para fornecer sondas à Petrobras, em contas secretas no exterior e para o PT.
   
PROVOCAÇÃO
O setor que dedetiza a Câmara dos Deputados contra pragas não atua sem ser provocado, daí a proliferação de escorpiões. Se funcionários registrarem queixa, eles agem; se não, que se virem.
   
GOLPE NO CANTOR
O delegado Eli José de Oliveira, de Goiânia, que investiga golpe milionário contra 30 correntistas do Santander, informou que o prejuízo já alcançou R$4 milhões. Entre as vítimas está o cantor Leonardo.
   
PERGUNTA AO MPT
Se ministra Luislinda acha que vive como escrava com “só” R$ 33 mil/mês, o serviço público brasileiro não deveria entrar para a “lista negra” do trabalho escravo?
   
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!