Após conversa com Cunha, PMDB avalia que Dilma tenta dividir partido

01/09/2015 21:46

Por Gerson Camarotti

Após conversa com Cunha, PMDB avalia que Dilma tenta dividir partido

Após a conversa entre a presidente Dilma Rousseff e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), integrantes da cúpula do PMDB avaliam que a presidente tenta trabalhar para dividir a legenda.

Na conversa que aconteceu no Planalto na tarde desta terça (1º), Dilma pediu a Cunha que fosse aberta uma interlocução direta do Palácio do Planalto com ele.

De acordo com interlocutores do PMDB, Cunha foi cauteloso na conversa com Dilma e colocou que, independente de sua posição política, terá, sim, uma relação institucional com o Executivo.

Para caciques do PMDB, Dilma tenta criar canal de conversas com lideranças do partido em separado e, com isso, tenta esvaziar o movimento do comando do partido de iniciar um distanciamento progressivo do Palácio do Planalto.