Arquidiocese de Teresina promove formação

19/01/2016 15:12

Arquidiocese de Teresina promove formação para campanha da fraternidade 2016

Por Vera Alice Brandão

images CF

Em fevereiro a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) lança a Campanha da Fraternidade 2016 que terá como tema: “Casa Comum, nossa responsabilidade” e lema: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr riacho que não seca”. A Campanha que é ecumênica tem como objetivo assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas através da implementação de políticas públicas e atitudes responsáveis.

 

E para cumprir o calendário da Campanha a Arquidiocese de Teresina promove no próximo dia 30 de janeiro, das 7h30 às 13h, no Centro Pastoral Paulo VI, uma formação que será ministrada pelo Padre e Conferencista da CNBB Anésio Farla. Ele que é da Diocese do Paraná “virá com a missão de minimizar o texto-base e repassar os ensinamentos ao público presente e estes ficarão com a missão de disseminar em suas comunidades” explica Padre Antônio Carlos Silva da Paróquia de Santa Luzia (Lagoa Alegre) e um dos organizadores da formação.

O objetivo geral é assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas e empenharmo-nos, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa Casa Comum”, explica o coordenador da Campanha da Fraternidade em nossa Arquidiocese, padre Leonildo Campelo.

E o olhar para essa causa e esse desejo de melhores condições de vida para todos os brasileiros por parte da Igreja é motivado por realidades de comunidades carentes e sem infraestrutura. Aqui em Teresina de acordo com levantamentos do plano de Saneamento, a capital possui apenas 17,8% de cobertura de saneamento básico. Dado que confirma a necessidade de ações emergenciais no sentido de promover junto a comunidade essa reflexão sobre a necessidade de implementar ações que venham a mudar essa realidade.

 

De acordo com o padre Luis Eduardo, da Paróquia de Nossa Senhora da Glória, “nesse tema e nesse lema, duas dimensões básicas para a subsistência da vida são abarcadas a um só tempo: o cuidado com a criação e a luta pela justiça, sobretudo dos mais pobres e vulneráveis. Nessa Campanha da Fraternidade Ecumênica, queremos instaurar processos de diálogo que contribuam para a reflexão crítica dos modelos de desenvolvimento que têm orientado a política e a economia. Faremos essa reflexão a partir de um problema específico que afeta o meio ambiente e a vida de todos os seres vivos, que é a fragilidade e, em alguns lugares, a ausência dos serviços de saneamento básico em nosso país” explica.

 

Podem participar da formação agentes de pastoral em todos os níveis como diáconos, administradores paroquiais, movimentos e párocos. “Cada paróquia pode enviar até quatro representantes para participar do momento de formação” reforça o padre Antônio Carlos.

Nossa missão é motivar a participação de todos na busca de ações conjuntas que favoreçam o cuidado com nossa Casa Comum”, explica o padre Leonildo.

A organização não exige inscrição dos interessados. Aqueles que pretendem participar do momento devem apenas comparecer ao local do encontro. Para mais informações sobre a formação ligar para o telefone (86) 2106-2150 ou procurar a sala de pastorais no Centro Pastoral Paulo VI, localizado na Avenida Frei Serafim.


 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!