Coluna do Cláudio Humberto - Diário do Poder

14/08/2017 14:01
14 DE AGOSTO DE 2017
BANCAR TERMOELÉTRICAS A ÓLEO PREJUDICA O BRASIL
Usinas termoelétricas gerando energia é invenção do governo FHC, para evitar apagão como o de 2001, mas tinha data para acabar: 2011. Poluidoras e de custo operacional elevado, são a forma mais antiquada de geração. A “bandeira vermelha”, que entrou em vigor este mês, é imposta aos brasileiros, com aumento da conta de luz, para sustentá-las. Faturam R$15,4 bilhões ao ano e, com tanto dinheiro, adquiriram sobrevida. E “conquistam” ministros de Minas e Energia para a causa.
   
NADA SOBRA
Gastando tanto em termoelétricas, não sobra dinheiro e nem interesse do governo para investir em energia limpa e renovável, eólica, solar etc.
   
INIMIGA Nº 1
Dona de metade das termoelétricas a óleo, a Petrobras inviabiliza as demais opções de geração de energia, mantendo o Brasil no atraso.
   
EXEMPLO CHINÊS
O Brasil, de sol abundante, gera 100 megawatts em energia solar, enquanto a China, onde quase o sol não aparece, produz 80 gigawatts.
   
MANOBRA ESPERTA
Além de encher as burras do setor privado, termoelétricas financiam o rombo na Petrobras, que com elas fatura R$8 bilhões por ano.
   
EX-DIRETOR DA ANCINE É DENUNCIADO POR PREVARICAÇÃO
O ex-diretor da Ancine Manoel Rangel foi denunciado por prevaricação pelo ex-ministro da Cultura Roberto Freire, por se negar a agir contra fraude em edital levada a seu conhecimento. Como a Ancine é vinculada e não subordinada ao ministério da Cultura, Freire levou o caso à Casa Civil da Presidência pedindo medidas administrativas, além de também acionar o Ministério Público e Polícia Federal para que fosse iniciada uma investigação criminal contra Rangel, do PCdoB.
   
O CASO
A denúncia é que um servidor da Fundação Joaquim Nabuco, da Ancine, recebeu ilegalmente R$ 1,7 milhão para financiar um filme.
   
FRAUDE
Além de ser proibido de captar recursos públicos, por ser servidor, o beneficiado ultrapassou limite de R$ 1,3 milhão para o tipo de projeto.
   
VIAJANDO RANGEL
Rangel ficou conhecido por “estar em viagem” durante mais de 50% do mandato na Ancine, onde levou R$ 800 mil em diárias, em 738 viagens.
   
MORDE E ASSOPRA
Projeto relatado por Lasier Martins (PSD-RS) prevê a demissão de funcionários públicos incompetentes. Mas “só em casos extremos”, diz o senador. Para perder o cargo o servidor precisará tirar nota inferior a 30 pontos, em escala de 100, por 3 anos seguidos ou 5 anos variados.
   
OUTRO PREJUÍZO
A Câmara ouve nesta quarta (16) representantes da Pampa Energia para que expliquem a jogada que lhes permitiu comprar a Petrobras Argentina a preço de banana. E no último dia do governo Dilma.
   
ISSO TEM QUE ACABAR
O ministro Gilmar Mendes, do STF, considera inconcebível que no Rio de Janeiro magistrados e promotores continuem ganhando R$70 mil ou R$80 mil por mês, enquanto policiais e professores, além de mal pagos, ainda ficam sem receber seus salários.
   
BOBOS SOMOS NÓS
Sobre o aumento dos procuradores negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Gilmar Mendes disse que “os bobos somos nós” se fosse autorizado o reajuste para quase R$ 40 mil mensais.
   
CONDENADO VIAJANTE
Assim como o tucano João Dória, nesta quarta (17) Lula dá início ao seu périplo pré-eleitoral por Salvador, oficialmente bancado pelo PT. O condenado por corrupção começa o seu “Projeto Lula pelo Brasil”.
   
CONTRA O TEMPO
Com medidas provisórias no caminho da aprovação da reforma política a tempo de valer em 2018, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convocou duas sessões extraordinárias para esta semana.
   
ABRINDO O BICO
O relatório da ouvidoria da Petrobras identificou aumento de 91,5% de denúncias, entre 2015 e 2016. A impressão na empresa é que, livres da patrulha da pelegada, funcionários resolveram apontar os erros.
   
ESQUELETO NO ARMÁRIO
O prefeito de São Bernardo (SP), Orlando Morato (PSDB), recebeu proposta do fornecedor de merenda escolar para reduzir em R$500 mil o contrato de R$2,2 milhões mensais. Suspeita-se que corresponde ao valor superfaturado na gestão do antecessor Luiz Marinho (PT).
   
PENSANDO BEM...
...enquanto o governo comemora juros de um dígito, o consumidor ainda sofre com taxas de três dígitos do cheque especial e do cartão.
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!