Coluna do Cláudio Humberto - Diário do Poder

17/08/2017 16:16
17 DE AGOSTO DE 2017
DF PREPARA PACOTE DE CORTES E ATÉ PRIVATIZAÇÃO
Obrigado a parcelar salários do servidor talvez já a partir de setembro, o governo do Distrito Federal elabora um arrojado pacote de medidas de corte de gastos que só em salários representam R$1,7 bilhão por mês. O “Pacote Salvação”, como foi batizado internamente, a ser lançado até o fim de agosto, extinguirá cargos, órgãos, gratificações e medidas que oneram os cofres públicos, e promoverá privatizações.
   
O BANCO FICA
A única empresa controlada pelo governo do DF que não será passível de privatização é o BRB, o Banco de Brasília.
 
PDV IMPROVÁVEL
Um PDV (Plano de Demissão Voluntária) só não vai sair no DF por falta de dinheiro. A menos que o governo federal pague as indenizações.
   
NÃO DÁ MAIS
Além de “gratificações mandrake” que oneram a folha em mais de 30%, o DF ainda sustenta regalias já extintas em boa parte dos Estados.
   
VAI ‘QUEIMAR’ TUDO
O governo do DF é dono de um shopping, de imóveis “funcionais” e até inúmeros lotes residenciais em áreas nobres, como o Lago Sul.
   
CPI DO BNDES VAI INVESTIGAR DELAÇÕES PREMIADAS
O plano de trabalho da CPI do BNDES prevê “análise minuciosa” de vantagens para a Justiça das informações obtidas em depoimentos de beneficiários de acordos de delação premiada, como Joesley JBS e cia. O plano é assinado pelos senadores Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente, e Roberto Rocha (PSB-MA), relator da CPI. Alguns acordos não protegeram o interesse público, suspeitam os senadores.
   
EXAGERO JBS
A CPI do BNDES cita o caso da J&F/JBS como um dos exemplos de acordos “exageradamente benéficos” aos criminosos.
   
JUSTIFICATIVA
O documento da CPI lembra que acordos sequer resultaram em prisão, e acordos “exageradamente benéficos” para os bandidos.
   
É O PLANO
O plano da CPI do BNDES prevê trabalhos até o fim de setembro, quando serão ouvidos depoimentos de testemunhas e investigados.
   
DELAÇÕES, NEM PENSAR
Para o senador Randolfe Rodrigues, a CPI do BNDES deve investigar empréstimos “a partir de 1997”. O objetivo é proteger os governos do PT e alcançar os anos FHC. Já analisar delações sobre o banco...
   
INFLAÇÃO É RUIM. PONTO.
Especialista em contas públicas, Raul Veloso ficou espantado ao ouvir o ministro Henrique Meirelles (Fazenda) afirmar que inflação menor “causará perda de arrecadação”. Para ele, “isso é maluquice”.
   
PROJETO ANIMADOR
Ganha cada vez mais adeptos o projeto da senadora Maria do Carmo (DEM-SE) que regulamenta o artigo da Constituição que prevê avaliação regular de servidores e a demissão dos incompetentes.
   
AMEAÇA À LIBERDADE
Tramita na Câmara projeto que pretende punir com prisão, sem direito a fiança, quem cria “páginas ofensivas e difamatórias” contra políticos na internet. A autora é Soraya Santos (PMDB-RJ), ligada a Eduardo Cunha. Ela e o líder certamente se acham reservas morais da Nação.
   
ESPELHO MEU
Jornalões, especialmente de São Paulo, souberam ontem o que os leitores desta coluna já sabem há dias: há suspeita de sabotagem na queda do avião do ex-senador boliviano Roger Molina, que morreu.
   
QUEDA LIVRE
Na lista das empresas que mais lucraram em 2017, cujas ações são negociadas na Bovespa, chama atenção a Eletrobras: no 2º semestre de 2016 lucrou R$12,7 bilhões. Este ano, apenas R$305 milhões.
   
CNJ EXAMINARÁ ABUSO
O Conselho Nacional de Justiça promete agir, recebendo denúncia contra a juíza do Trabalho Elisangela Smolareck, de Brasília. Ela exigiu do Banco do Brasil, em uma ação, reduzir sua defesa de 113 para 30 páginas, e ainda ameaçou com multa de R$30 mil. O advogado tem o direito de escrever o que e quanto considerar necessário.
   
CUIDADO, PERIGO!
Circula nas redes sociais e Whatsapp um aviso aos alagoanos sobre o próximo dia 20: “Feche a porta, tranque o portão, solte os cachorros, ligue a cerca elétrica e alarme, guarde economias e cartões de crédito, feche seu comércio: Lula estará em Penedo, Arapiraca e Maceió”.
   
PENSANDO BEM...
...Dilma trataria diferente a meta fiscal: “Vamos deixar a meta aberta. Quando nós atingirmos a meta, dobramos a meta”.
 
 
Fonte: Diário do Poder
 
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!