Coluna do Cláudio Humberto

05/01/2016 07:18

CÂMARA GASTA R$ 14 MILHÕES COM COMBUSTÍVEIS

O abastecimento da frota de carros oficiais dos deputados federais, uma das benesses concedidas pela Câmara, custou mais de R$ 13,8 milhões ao contribuinte no ano passado. A crise econômica parece não ter sido sentida por suas excelências, que gastaram quase o mesmo valor de 2014, R$ 13,9 milhões, em combustíveis e lubrificantes. O levantamento é da Operação Política Supervisionada (OPS), do ativista Lúcio Batista.

TANQUE FURADO
Quem mais gastou em combustíveis na Câmara, no ano passado, foi o deputado Flaviano Melo (PMDB-AC): R$ 51.310,95.

NEM CAMINHONEIRO
O valor médio da gasolina fechou 2015 a R$ 3,63, segundo a Agência Nacional do Petróleo. Daria para Melo comprar ao menos 14.135 litros.

RANKING
Flaviano Melo bateu o recorde de 2014, quando quatro deputados gastaram, cada um, R$ 49,5 mil em combustíveis e lubrificantes.

A CAUSA
Para Lúcio Batista, conhecido por Lúcio Big, ‘a falta de controle no uso de verba indenizatória propicia verdadeira farra com dinheiro público’

CPI INVESTIGA APARELHAMENTO DE FUNDOS DE PENSÃO
O déficit de R$ 5 bilhões no Postalis, fundo de pensão dos servidores dos Correios, levará a CPI dos Fundos de Pensão a priorizar “duas missões”. A primeira é levar à luz casos de aparelhamento dos fundos Postalis, Funcef (Caixa), Petros (Petrobras) e Previ (Banco do Brasil). A outra é propor nova lei, combatendo a falta de transparência e o direcionamento de negócios. O déficit bilionário foi noticiado em primeira mão nesta coluna.

FAZENDO O JOGO
Setores da oposição criticam a CPI por fazer jogo do PT, que controla a Previc, órgão fiscalizador que deveria ter evitado o “rombo” nos fundos.

PARCIALIDADE
A Previc tem se caracterizado, segundo os críticos, por ser dura só com os fundos como Postalis, cujos dirigentes não eram indicados pelo PT.

AOS AMIGOS, TUDO
Procedimentos e aplicações considerados suspeitos em outros fundos foram avalizados pela Previc quando adotados naqueles ligados ao PT.

PRODUTIVIDADE BAIXA
Amigos de Renan Calheiros não negam ser decepcionante sua atuação parlamentar, com zero projetos para Alagoas, mas afirmam que, em compensação, designa assessores para acompanhar seus prefeitos na peregrinação por repartições de Brasília de pires na mão. Ah, bom.

MUDANÇA DE PLANO
O deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) desistiu da candidatura à prefeitura do Recife. Por enquanto, ele cuida da eventual candidatura à presidência da Câmara, já pensando na queda de Eduardo Cunha.

GOVERNO DESMORALIZADO
Não foi bem recebida a declaração de Jaques Wagner de que a baixa popularidade de Dilma não é crime. Para Rubens Bueno (PPS-PR), a falta de crença com o governo se deve às pedaladas e à corrupção.

CONGRESSO SOU EU
O governo federal cada vez mais legisla no lugar do Congresso. No ano passado, Dilma editou 43 medidas provisórias. Em cinco anos de mandato, o número só é menor do que as editadas em 2012: 44.

CONTRA O RELÓGIO
Presidente da CPI dos BNDES, o deputado Marcos Rotta (PMDB-AM) não pretende perder tempo em 2016. “Vamos averiguar (em fevereiro) os casos pendentes”, avisa. O governo tenta melar a comissão.

DILEMA PETISTA
Depois de inúmeras provas da inabilidade do líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), a bancada espera o fim do recesso para substituí-lo. O problema é achar quem tope a difícil missão de defender o partido

ESPERTEZA MUNDIAL
O Uber é excelente e deve ser estimulado, mas não cadastre nele um cartão American Express. As duas empresas têm uma parceria mundial e a conta do Uber, mesmo em reais, no Amex chega a você dolarizada.

BUROCRACIA EM DOBRO
É normal a reclamação do excesso de legislação e burocratização no Brasil. No ano passado, foram criadas 159 novas leis ordinárias, consideradas mais comuns. Todas foram publicadas no Diário Oficial.

PENSANDO BEM...
... ao autorizar penhora de imóveis comprados com grana ilícita, o STJ pode iniciar adesão em massa de políticos a movimentos de sem-teto.

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!