Deputado Robert Rios faz críticas aos governos Federal e estadual

17/08/2015 19:48

*Clique, acesse e leia diariamente o portal da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí: www.alepi.pi.gov.br

 

Robert faz críticas aos governos Federal e estadual

            “A seleção brasileira entrou em campo, ontem, contra o time do PT (Partido dos Trabalhadores). O país se levantou nacionalmente. Foram quase dois milhões de fora Dilma e Lula, disse o deputado Robert Rios (PDT), ao iniciar seu discurso, no plenário da Assembléia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi), referindo-se às manifestações ocorridas ontem (16), em várias capitais do Brasil, contra o governo Dilma. Ele comentou que a imprensa livre, de outros países, mandou profissionais ao Brasil, para cobrir a manifestação.

            O parlamentar fez duras críticas ao Governo Federal e do Piauí e se ateve ao líder do PT na Casa, deputado João de Deus(PT), que segundo Robert Rios, fez críticas a oposição na Alepi. Robert disse que o “mal” não está só e que tem vozes que ainda defendem o governo desgovernado.

            “A oposição critica o governo, mas não quer o mal do Estado. Não podemos mais aceitar o arrastar de correntes no Palácio de Karnak, com as nomeações e cargos, enquanto a fome se espalha pelo país. Já pedi a essa Casa, a lista de DAs do Estado e quando receber essa lista irei distribuir para os deputados. Não tenho com o que me preocupar, porque nunca pedi nomeações de parentes no Governo. Tudo o que fiz na vida, o fiz com dignidade, com grandeza”, observou.

MÍDIA -  O parlamentar ressaltou que o Governo tem a mídia e que a situação tem a razão. “Eles são o pesadelo e nós somos a esperança”, disse Robert Rios, acrescentando que a oposição não sabe explicar porque coloca a família no Governo e que a situação perdeu o patriotismo e não gosta mais do Brasil. Ele lembrou ainda que o ex-presidente Collor de Melo, saiu do poder por causa da compra “ilícita” de um veículo da marca Elba e o partido dos Trabalhadores está comprando aviões, fazendas e não sai do poder.

            “Não quero que a presidente Dilma saia através de Impeachment. Ela tem que sair por si só, porque ela está sem crédito público e aquele que perde esse crédito tem que dizer adeus. A parte do governo, contaminada, tem que ser reprovada. Ate quando o povo precisa ir às ruas, pra dizer “fora Dilma”. É preciso sair da inércia, acordar”, reiterou.

DIÁLOGO -  O deputado Robert Rios disse que se houver diálogo, a oposição poderá apontar soluções para a crise atual, no Estado do Piauí. Segundo ele, é preciso que se faça uma economia global e que a oposição continua empenhada em ajudar o Piauí. “Não aceitarei nunca, que o nono suplente desta Casa, venha debochar da oposição. O governo não pode desrespeitar a democracia. Queremos apontar como o Piauí pode enfrentar a crise. São três milhões de piauienses que querem sair desse mar de lama. O Brasil e o Piauí precisam começar uma nova história”, finalizou.

APARTE - “Não sou da oposição nem da situação. Sou da linha de prevenção”, disse o Dr. Pessoa (PSD), em seu aparte à fala do deputado Robert Rios. O parlamentar fez um paralelo entre governo e mais especificamente, à saúde, para explicar seu posicionamento. “Se cuidarmos da prevenção das ações básicas de saúde, só chegarão cerca de 15  a 20% de pacientes. Ou seja, é preciso prevenir para que determinadas coisas não aconteçam”, disse o deputado acrescentando elogios á fala e o posicionamento do deputado Robert Rios. 

 

Informações de Lindalva Miranda - Edição: Katya D'Angelles 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!