Em clima de campanha, Lula critica 'pessimismo' da imprensa

14/11/2015 10:28

Bruno Fávero – Folha de S. Paulo

 

SÃO PAULO - Recebido como celebridade no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira (13) que os jovens brasileiros estão sem perspectivas e criticou o que chamou de pessimismo da imprensa brasileira.

 

"Quando sai da faculdade, o jovem já não consegue o emprego que sonhava. Aí liga a TV e só vê desgraça, corrupção. Não tem uma notícia boa", afirmou.

 

Segundo Lula, esse pessimismo acaba afastando os jovens da política. "Precisamos criar uma corrente de notícias boas", pediu. "Não estou dizendo que as coisas estão maravilhosas, mas não estão tão ruins como eles [a mídia] falam".

 

O ex-presidente discursou em um evento voltado para a militância jovem dos movimentos sociais de esquerda e recebeu tratamento de popstar.


Quando chegou, foi cercado por dezenas de pessoas que gritavam seu nome e pediam para tirar fotos. Em sua fala, o deputado Vicentinho (PT-SP) comparou-o a Nelson Mandela e Martin Luther King, dizendo que Lula é hoje a maior liderança dos trabalhadores no mundo. Ao menos três pessoas que discursaram pediram que Lula se candidate à Presidência em 2018. Dilma foi citada três vezes durante o debate, duas pelo próprio Lula.

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que promove uma polêmica reorganização nas escolas do Estado, foram duramente criticados por quem passou pelo palco. Lula, porém, não fez críticas diretas a nenhum político.

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!