‘ Isso aqui vai ser uma prisão’

02/02/2016 08:22

Lula não queria adquirir o imóvel no Solaris, objeto de desejo de Marisa Letícia

Cleide Carvalho - O Globo

 

SÃO PAULO – O tríplex no Guarujá, que pertenceu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não era um objeto de desejo dele, mas de sua mulher, Marisa Letícia. Enquanto dona Marisa sonhava com o imóvel na praia para reunir filhos e netos nas férias de fim de ano, Lula achava que o tríplex seria “uma prisão”. Quem acompanhou o casal na visita ao prédio, garante

 

Isso aqui, para mim, vai ser uma prisão. Vou ver o mar lá embaixo e não vou poder ir”, teria dito Lula ao presidente da OAS, Léo Pinheiro, quando estiveram juntos visitando o apartamento no edifício Solaris, na praia das Astúrias, um dos endereços mais caros da cidade

 

Na época, Lula achava que, devido à grande popularidade, não poderia frequentar a praia sossegado, sem ser assediado pelos banhistas.

 

Lula preferia frequentar o sítio em Atibaia, onde sua presença não chamava tanta atenção e a vizinhança já estava acostumada.

 

Neste domingo, em nota encaminhada à imprensa, a assessoria de imprensa do Instituto Lula confirmou que Lula esteve com Léo Pinheiro no tríplex do Guarujá , para conhecer o apartamento, que seria a única unidade disponível no condomínio.

 

Lula e Marisa avaliaram que o imóvel não se adequava às necessidades e características da família, nas condições em que se encontrava. Foi a única ocasião em que o ex-presidente Lula esteve no local”, diz a nota.

 

A principal queixa do casal havia sido sobre a escada. Lula e dona Marisa lembraram que, com o passar dos anos, seria cada vez mais difícil para os dois usarem a escada para ir de um andar para outro do tríplex.

 

A OAS, que mantém o apartamento tríplex em seu nome, instalou um elevador interno no apartamento.

 

Em depoimento ao Ministério Público de São Paulo, o zelador disse que Lula não esteve lá apenas uma vez, mas em duas ocasiões, junto com dona Marisa: quando estava sendo instalado o elevador privativo e para uma “limpeza geral" no apartamento, que foi feita antes da instalação do elevador.

 

O zelador disse que o tríplex nunca recebeu a visita de outros interessados, como ocorreu com os demais apartamentos, que eram vistos por pessoas, acompanhadas de corretores. O funcionário do prédio falou também que outros familiares do ex-presidente estiveram no tríplex na época em que o imóvel estaria sendo decorado.

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!