Manifestações contra o governo engordam PIB

25/10/2015 22:17

Manifestações contra o governo engordam o 'PIB do Pixuleco'

Boneco inflável do ex-presidente Lula vira bom negócio para fabricantes fazem da 'indústria do protesto' uma das poucas que crescem no país

Por Eduardo Gonçalves

 

Com traços de desenho infantil e olhar abobalhado, o boneco inflável do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário tornou-se o mascote de manifestações contra o governo - e um bom negócio para os fabricantes. Sob um cenário de retração econômicaaumento do desemprego queda da produção industrial, não deixa de ser irônico que um dos raros nichos da indústria que vai bem é o que se dedica ao produto que virou símbolo dos protestos.

 

"Cada vez que um pixuleco aparece na mídia, a procura aumenta muito", diz Denys Souza, diretor da Big Format, em Guarulhos (SP), fabricante do boneco do ex-presidente. Souza prevê um crescimento de 12% no faturamento e de 25% no aumento das encomendas neste ano. "Estamos na contramão da crise", afirma. A empresa está trabalhando na confecção de 5 000 minipixulecos - encomenda sobre a qual não quis dar maiores detalhes. Um pedido de 1 000 peças custa 7 reais cada uma.

 

O 'PIB do Pixuleco' tem ajudado empresas do setor a compensar a frustração com o que esperavam faturar com a Copa do Mundo. "Até chegamos a fazer uns Fulecos (os mascotes da competição) para a Fifa, mas muitos clientes cancelaram projetos grandes e foi como se não tivesse ocorrido", disse Souza. Como milhares de empresas Brasil afora, a Big Format precisou se ajustar ao atual cenário de crise - e demitiu 35 funcionários no fim do ano passado.

 

 

Fonte: Site da Conceituada e Influente Revista Veja