Não acredito que STF interferirá no processo

03/12/2015 16:35

Estadão conteúdo

Não acredito que STF interferirá no processo legislativo interno, diz Aécio

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), não acredita que o Supremo Tribunal Federal (STF) interferirá no Legislativo durante o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, iniciado nesta quarta-feira (3), pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). "Na nossa avaliação foi cumprido o rito constitucional, o presidente Eduardo Cunha arquivou mais de 30 proposições e não houve contestação, por isso não acredito que o Supremo interferirá no processo legislativo interno", afirmou.

Aécio voltou a cobrar cuidado no trâmite do processo de impeachment na Câmara e no Senado, sem atropelo de prazos, mas criticou possíveis manobras do governo para atrasar o encaminhamento da proposta no Congresso. "Não podemos aceitar postergações e adiamentos", afirmou o Aécio, que foi derrotado por Dilma nas eleições presidenciais de 2014.

O senador participou da convenção nacional do Democratas que reelegeu José Agripino (DEM-RN) e, durante o discurso, lembrou das coligações feitas entre o PSDB e DEM, entre elas a das eleições passadas e avaliou que o partido "dentro de pouco tempo estará conosco governando o País".

Indagado sobre quanto tempo essa parceria poderia ocorrer, em um possível cenário de impeachment de Dilma, Aécio lembrou que o calendário prevê eleições presidenciais em 2018, mas admitiu: "obviamente isso pode de alguma forma ser antecipado. E estaremos juntos (PSDB e DEM) para construir projeto de País que não é o do PT e não é do PMDB", concluiu.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!