O partido tem que pensar maior diz Marden

10/12/2017 22:03
“O partido tem que pensar maior”, diz Marden sobre candidatura própria do PSDB em 2018 no Piauí
Lideranças do PSDB-PI presentes na Convenção Nacional do partido - Foto - Ascom
Parlamentar destacou ainda que Geraldo Alckmin quer ver o partido com candidaturas competitivas nos estados
 
Da Redação do Portal AZ
 
O deputado estadual Marden Menezes participou da 14ª Convenção Nacional do PSDB, em Brasília, juntamente com outras lideranças do partido no Piauí, entre elas, o prefeito de Teresina, Firmino Filho, o presidente do PSDB-PI, deputado Firmino Paulo e o ex-governador Freitas Neto.
Para Marden Menezes, que também é líder do PSDB na Assembleia Legislativa do Piauí, agora é o momento de definir um projeto e de viabilizar uma candidatura tucana no Governo do Estado. Segundo Marden Menezes, Geraldo Alckmin deixou claro que deseja ver o PSDB com candidaturas competitivas nos estados. 
 
 “O que a gente precisa agora é definir o projeto do PSDB para o Piauí. Até mesmo por que nós vamos ser cobrados pela direção nacional por um projeto que possa viabilizar o fortalecimento e o crescimento do partido no Estado, para também viabilizar a candidatura à Presidência da República de Geraldo Alckmin no Piauí, como em outros estados”, disse o deputado.
 
Para Marden, o PSDB-PI não pode ficar limitado em assegurar as vagas de seus deputados na Assembleia Legislativa. “O partido tem que pensar maior e essa é a expectativa que o PSDB nacional tem com relação ao PSDB do Piauí. É que o partido tenha um projeto de apresentar uma candidatura própria ou de protagonizar a construção de uma candidatura das oposições no nosso Estado”, frisou o deputado.
 
A convenção de ontem se consagrou como a maior do partido desde 2002, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) passou a divulgar os dados históricos de filiações, registrando o maior número de filiados tucanos. Atualmente são 1.504.191 filiados em todo o país.
 
No evento, o governador de São Paulo,Geraldo Alckmin, foi eleito presidente nacional da legenda, tendo recebido 470 votos a favor, 3 contra e uma abstenção.
 
Marden Menezes destacou o apoio da maioria das lideranças do país a Geraldo Alckmin como candidato na disputa pela Presidência da República pelo PSDB em 2018 e como fator de união no partido. “A imensa maioria decidiu apoiar o Alckmin, até mesmo o prefeito (São Paulo) João Doria declarou apoio público ao Alckmin e o partido, de certa forma, caminha para uma união em relação à disputa pela Presidência da República”, disse o deputado.
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!