O Poder do Estado

16/07/2015 15:46

Por Josenildo Melo 

                                                     O PODER DO ESTADO

            Escrever ou falar do Estado de forma genérica e atacando o mesmo pelas mazelas existentes em toda a sociedade pode soar como desconhecimento do verdadeiro conhecimento acadêmico e científico da construção do ESTADO e passar para bons leitores e intelectuais verdadeiramente imparciais a defesa de uma candidatura; de um projeto eminentemente pessoal!

            A palavra Estado, grafada com inicial maiúscula, é uma forma organizacional cujo significado é de natureza política. É uma entidade com poder soberano para governar um povo dentro de uma área territorial delimitada. As funções tradicionais do Estado englobam três domínios: Poder Executivo, Poder Legislativo e Poder Judiciário. Numa nação, o Estado desempenha funções políticas, sociais e econômicas. A Igreja é a fonte do conhecimento!!

            Também são designadas por Estado, cada uma das divisões político-geográficas de uma república federativa. Estas divisões são autônomas e possuem um governo próprio regido por uma estrutura administrativa local. O Brasil é dividido em 26 Estados e um Distrito Federal. Grafada com inicial minúscula, a palavra estado significa a situação presente em que se encontra alguma entidade. Exemplos: estado de pobreza, estado do tempo, estado civil, estado físico etc.

            A BASE FUNDAMENTAL DO JORNALISMO em seu código de ética ressalta a imparcialidade ao escrever e falar sobre determinados assuntos, evitando assim a parcialidade da informação disseminada. Com todo respeito a quem tem sua forma de escrever; é importante ressaltar que em sua essência os cursos de Direito possuem em sua genética a tendência ao elitismo e a análises superficiais dos reais problemas existentes em nossa sociedade. O SERVIÇO SOCIAL E O JORNALISMO tem a verdadeira capacidade de adentrar à problemática da realidade de forma mais profunda e bem analisada; verdadeiramente imparcial. Até que alguém prove o contrário, O ESTADO é a instituição mais presente na vida social.

            O ESTADO em sua institucionalidade não tem nenhuma culpa da irresponsabilidade de alguns políticos que transformaram a vida das pessoas simples em um verdadeiro INFERNO de dívidas e consumismo desenfreado. O Século XXI se pauta pela modernização do ESTADO e esta instituição cumpre o seu papel e como nos países europeus ou países devidamente desenvolvidos necessita da ajuda da população para melhor se autodesenvolver e melhor regulamentar a vida social. Chega de aguentar tudo calado, a elite e a classe média precisa se posicionar urgente!

            O que seria deste mundo se não fosse o ESTADO E AS RELIGIÕES, estas instituições é que ainda estão segurando uma revolta a mão armada prestes a eclodir a qualquer momento neste país. Os setores da classe média estão eufóricos e quase sem se conterem para deflagrarem este precioso momento. O que ainda segura governos desgovernados é ainda um pouco de dificuldade em reunir multidões em torno de uma causa. Dificuldade que logo logo não será problema! 

            O Estado surgiu da necessidade que o Homem encontrou em controlar o convívio de diversos seguimentos sociais em um mesmo território, e, como forma de se estabelecer um certo limite e ordenamento nas atitudes dos sociais nesse ambiente. Foi um fato evolutivo que surgiu da simples necessidade do homem de se relacionar com os outros humanos de outros territórios e controlar seus direitos e deveres perante estes, para que a sua comunidade não fosse prejudicada.

            O ESTADO, A JUSTIÇA, OS TRIBUNAIS DEVEM ser respeitados; a liberdade de expressão é necessária, mas jamais deve existir para estimular projetos pessoais pautados no egoísmo e no desejo interno de oprimir e formar oligarquias familiares. Todo Governador e as autoridades constituídas merecem um pouco mais de respeito. Estamos construindo no Estado do Piauí uma verdadeira destruição da coletividade em favor de projetos pessoais? O Estado, a Justiça e a religiosidade das pessoas precisam ser defendidas. A Paciência da Classe média está se esgotando? O povo voltará novamente às ruas? Vivemos em um Estado Democrático de Direitos!


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!