Opinião: Quem são os pseudos intelectuais?

04/07/2016 16:19
Opinião: Quem são os pseudos intelectuais?
Por Josenildo Melo*
 
Primeiramente esclareceremos o significado da palavra pseudo; o que é mesmo um pseudo? Pseudo é um prefixo utilizado na língua portuguesa para indicar um teor falso cujo conteúdo não é real ou verdadeiro. Comumente, pseudo também é empregado como uma gíria, qualificando algo como duvidoso, mentiroso e que é falso. Cuidado com o que você ler diariamente! É perigoso!!
 
Nos últimos 14 anos foram produzidos inúmeros pseudo-intelectuais? Quem somos nós pra afirmarmos isso; no entanto, é público e notório inúmeras baboseiras produzidas diariamente meramente em defesa de um projeto de poder que não existe em mais nenhum lugar do mundo. As últimas nações absolventes deste conteúdo nefasto e mentiroso passaram a se integrar ao novo mundo construído. É a realidade dos fatos e acontecimentos. É a História perante meras falácias.
 
Intelectual não faz uso da palavra amizade ou chama alguém de amigo pra simplesmente evitar críticas construtivas a um modelo. O verdadeiro intelectual também não meramente corre atrás de diplomas mas sobretudo faz uso da razão pra melhoria coletiva da sociedade em que vivemos. Começa agora, graças a Deus e à Ordem e ao Progresso o jogar pra fora de tudo que estava tentando ser construído em nome de poucos e de alguns e com a falácia de que era projeto coletivo!
 
E qual o comportamento atual da IMPRENSA? Alguns meramente movidos pela emoção de se acharem amigos de alguns reis, continuam atrelados; mas a tendência natural dos sábios e verdadeiramente inteligentes e seguir o rumo da maré e não meramente por seguir; mas por perceber que a nova República Federativa do Brasil está em construção. Assim como os verdadeiros intelectuais a concepção de poder deve ser sempre no viés coletivo. O projeto de nação é racional!
 
Ainda estamos em momentos de adaptação; mas em breve tudo vai se concretizar e cabe às pessoas de bem e grandes instituições cada vez mais se posicionarem do lado certo e na hora certa. Quem viver verá que o Brasil vai tornar-se potencia internacional; vai deixar de ser chacota internacional que por 14 anos tentou andar na contramão da História Internacional. Portanto, amigos leitores, muito cuidado com o que ler; a partir de agora serão poucos, mas os poucos ideólogos começarão a colocarem de fato a cabeça de fora e sempre estarão a alardear falácias cotidianamente! Vocês chegaram a pensar que o antigo poder estava morto? Cuidado, não estão!!
 
E isso acontece mais no contexto regional? Mais ainda; pois alguns acreditam que um mero poder local é maior do que um poder internacional ou nacional. A beleza e grandeza de um intelectual está em perceber o momento certo de sair das asas da falácia e adentrar ao espírito de reconstrução nacional de um país que merece ocupar o seu verdadeiro lugar no cenário internacional. Muito cuidado a partir de agora com o que você ler! Os pseudo-intelectuais não possuem a mínima referência ou parâmetro ético; normalmente pensam somente em seus meros interesses familiares ou pessoais. O verdadeiro intelectual sabe o caminho das pedras e à medida que os dias e os meses vão passando percebem que a Ordem e o Progresso é o caminho correto!!
 
Quem são os pseudo-intelectuais? Todos aqueles que esquecem a razão e se movem pelo covarde sentimento da defesa de interesses pessoais em detrimento da sociedade coletiva. E como posso detectar isso? Ao ler um texto ou matéria vai sempre perceber o mesmo falatório habitual; frases sem nexo e argumentos sólidos. Os falsos intelectuais são movidos por sentimentos e não pela razão. Todo intelectual de verdade deve pensar no melhor para o seu país e suas instituições!!
 
*Josenildo Melo é Bacharel em Serviço Social pelo ICF - Instituto Camillo Filho. Jornalista. Estudante de Direito e Filosofia.
 
 
Fonte: Artigo Publicado no Conceituado e Influente 
 
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!