Partidos aliados exigem demissão de Imbassahy

16/08/2017 07:29
16 DE AGOSTO DE 2017
NO DF, SAÚDE PAGA GRATIFICAÇÃO MALANDRA A 82%
Além de parcelar salários, o governo do DF também estuda saídas para reduzir gastos de R$1,7 bilhão ao mês com pessoal, suprimindo penduricalhos e gratificações até criminosas: na Secretaria de Saúde, uma manobra malandra dá a 82% dos servidores gratificação de 30%, como se todos tivessem doutorado. O titular da secretaria, Humberto Lucena, foi proibido pelo Tribunal de Contas do DF de suspender essas gratificações, que vampirizam R$36,1 milhões por mês da Saúde.
   
BRECHA MALANDRA
A gratificação malandra se aproveita da lei que prevê acréscimo de 30% para quem tem doutorado e 10% para “cursos de especialização”.
   
COMO É A TRAPAÇA
A trapaça é fazer três “cursos de especialização”, até pela internet, e multiplicar por 3 a gratificação de 10%, acrescentando 30% ao salário.
   
SORVEDOURO
Somando as “gratificações de titulação” dos aposentados, o total do dinheiro suprimido da Saúde, no DF, chega a R$49,3 milhões por mês.
   
ASSIM NÃO DÁ
Salários da Secretaria de Saúde do DF consomem 83% do orçamento de R$6,3 bilhões, o dobro do orçamento da Saúde no Rio de Janeiro.
   
PARTIDOS ALIADOS EXIGEM DEMISSÃO DE IMBASSAHY
Antes elogiado, o ministro Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo) virou um problema para o presidente Michel Temer. A maior parte dos partidos aliados, como PR e PP, exige sua substituição. Ele é acusado de se empenhar mais pelo PSDB, seu partido, do que articular em favor do governo. Imbassahy passaria a maior parte do tempo trabalhando por sua eventual candidatura a senador ou a governador da Bahia.
   
ASSIM NÃO DÁ
Inconformados com o Imbassahy no cargo, deputados baianos, antigos aliados de Temer, não querem mais saber de conversa com o Planalto.
   
BAHIA É O MEU PAÍS
“Ele só tem olhos para o PSDB da Bahia”, criticou o influente líder do PP na Câmara, deputado Arthur Lira (AL), referindo-se a Imbassahy.
   
RISCO CONCRETO
O Planalto finge não perceber a deterioração das relações. “Uma nova denúncia contra Temer passa na Câmara”, adverte outro líder aliado.
   
INJUSTIÇA SOCIAL
Em 2015, auge da irresponsabilidade da era Dilma, o governo federal pagou R$90,3 bilhões aos 29,2 milhões de aposentados do setor privado. E R$92,9 bilhões aos 980 mil aposentados do setor público.
   
APOSTA EM SABOTAGEM
Na Bolívia, a oposição a Evo Morales acredita que o avião pilotado pelo ex-senador Roger Pinto Molina foi alvo de sabotagem e por isso caiu após a decolagem. Molina é um dos maiores opositores de Morales.
   
OS CUBANOS MANDAM
Bolivianos não sabem se temem mais a polícia política de Evo Morales, que os persegue e espiona, ou o serviço secreto cubano (do qual é um apêndice), que cuida até da segurança pessoal do presidente cocaleiro.
   
APENAS ESTE ANO
O orçamento da Câmara dos Deputados, em 2017, soma espantosos R$5,92 bilhões. Cada um dos 18.710 funcionários, somados aos 513 deputados, custam ao contribuinte, em média, R$308 mil por ano.
   
VERGONHA CANCELADA
O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, em Salvador, após uma onda de indignação nacional, suspendeu a licitação para a vergonhosa contratação de “personal trainer” para magistrados e servidores.
   
MORDE E ASSOPRA
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) fez afago no governo Temer e reiterou o compromisso com a “agenda econômica” para sair da crise, mas avisou: aumento de impostos não passa na Casa.
   
PROTESTO NO ESCURO
Em reunião de líderes nesta terça, PSOL e PDT anunciaram que vão manter “obstrução política geral”. Pior é que ninguém na Câmara parece ter percebido quando começou.
   
MARCHA LENTA
Levantamento do sindicato de concessionários de veículos no DF já identificou alta na venda de carros novos. Em julho houve aumento de 2,9% em relação a 2016, mas houve queda de 7% em relação a junho.
   
PERGUNTA NA BOCA DE URNA
Se os eleitos em 2018 decepcionarem, como sempre, o eleitor pode pedir de volta os R$3,6 bilhões que vão nos surrupiar nas campanhas?
 
 
Fonte: Diário do Poder
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!