Planalto Estima 60 Votos Contra Dilma No Senado

07/07/2016 07:11
PLANALTO ESTIMA 60 VOTOS CONTRA DILMA NO SENADO
Não adianta choro, nem vela: pelas contas do Palácio do Planalto, a destituição definitiva da presidente afastada Dilma Rousseff, no fim de agosto, terá pelo menos 60 votos favoráveis. Por enquanto, todos os levantamentos indicam que apenas 18 senadores se dizem dispostos a votar pelo retorno de Dilma ao governo, mas cerca de dois terços dos senadores não querem nem ouvir falar nessa possibilidade.
 
MINISTRO OTIMISTA
Embora não se jacte disso, um dos mais otimistas com a continuação do governo Michel Temer é o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil).
 
AINDA MAIS VOTOS
Após acertar em cheio a votação do impeachment na Câmara e no Senado, Eliseu Padilha acha que Dilma poderá ter 61 votos contra ela.
 
NEM PETISTA AGUENTA
O estilo de Dilma, hostil até aos que a apoiavam, não deixou saudades. Do tipo que aprecia gritos e palavrões, ela afastava até os petistas.
 
APOIO IDEOLÓGICO
É meramente ideológico o que resta de apoio a Dilma no Senado. Esse tipo de senador, em geral, não gosta dela. Mas vota “na esquerda”.
 
OAB QUER LIMITAR FORO PRIVILEGIADO DE AUTORIDADES
O presidente nacional da OAB, Cláudio Lamachia, decidiu provocar um grande debate, inclusive no conselho federal da OAB, com objetivo de propor a revisão da lei do foro privilegiado, que só tem favorecido a impunidade de autoridades enroladas na Justiça. A lei atual expôs a falta de estrutura e até de expertise do Supremo Tribunal Federal (STF) para julgar os casos envolvendo políticos do Congresso e governantes.
 
PRIVILÉGIO LIMITADO
Uma das propostas é o privilegio de foro deveria ser limitado, talvez apenas para chefes dos Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo.
 
VARA ESPECIALIZADA
Outra ideia seria criar vara especializada no julgamento de autoridades com foro privilegiado, com o STF atuando apenas em grau de recurso.
 
INICIATIVA POPULAR
Lamachia também quer a OAB discutindo em todo o País uma proposta de reforma política materializada em projeto de iniciativa popular.
 
JOÃO SANTANA DÁ AS CARTAS
Opositores de Dilma, como Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Simone Tebet (PMDB-MS), souberam que a carta dela, lida na comissão do impeachment, foi redigida na cadeia pelo marqueteiro João Santana.
 
ESTILO MARQUETEIRO
Os senadores Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Simone Tebet (PMDB-MS) avaliaram que o texto atribuído a Dilma usou “termos diferentes dos habituais.” Não parecia dela, nem do seu advogado.
 
TRISTE SINA
A Autoridade Pública Olímpica não tem sorte mesmo. Transformada em “cabide” do PCdoB e PT, de 2011 a 2013 a APO era controlada pelo PP, representado pelo ex-ministro Márcio Fortes, afinal demitido.
 
PATRIMÔNIO DE NINGUÉM
Sobre as dezenas de imóveis funcionais usados por quem não pode, o Ministério do Planejamento diz apenas que recorre a “processo judicial e multa” os espertões. Multa que nem sequer cobre o aluguel.
 
TAREFA DIFÍCIL
Lula se instalou no hotel Royal Tulip, de 5 estrelas, onde promete ficar a maior parte do tempo até o julgamento de Dilma. A menos que seja levado para fazer companhia à “cumpanherada” em Curitiba. Após receber senadores do PT, admitiu: “será duro” reaver votos para Dilma.
 
NINGUÉM É DE FERRO
Há menos de dois meses no cargo, o ministro Bruno Araújo (Cidades), viajou de férias para o exterior com a família. Ele foi criticado até por aliados por abandonar o país neste momento de grave crise.
 
VAI TER DINHEIRO
Após o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP) anunciar que, na pindaíba, fecharia as portas a partir do dia 1º, o Planalto se mexeu e o TCU deu “ok” para uma medida provisória liberando verbas.
 
MAS JÁ?
Na comissão do impeachment de Dilma, flores foram colocadas na bancada do advogado da presidente afastada, José Eduardo Cardozo. É o prenúncio do velório?
 
PENSANDO BEM…
...a ”Dilma guerreira” da propaganda eleitoral, após amarelar e fugir da comissão do impeachment, afinal, está mais para “pipoqueira”.
 
PENSANDO BEM…
...a ”Dilma guerreira” da propaganda eleitoral, após amarelar e fugir da comissão do impeachment, afinal, está mais para “pipoqueira”.
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!