Presidente Temer - Minha Casa Minha Vida

17/12/2017 08:53
Temer deve viajar a Maceió na 4ª para entregas do Minha Casa Minha Vida
Ministro das Cidades viajará junto - Presidente tem agenda cheia na semana
 
GABRIEL HIRABAHASI  - Poder 360
 
O presidente Michel Temer deve viajar na próxima 4ª feira (21.dez.2017) para Maceió (AL) para entregas de unidades do Minha Casa Minha Vida. Serão entregues 22.500 unidades em todo o Brasil em 21 de dezembro, segundo o que disse ao Poder360 o ministro das Cidades, Alexandre Baldy.
 
“As obras estavam paralisadas e foram reiniciadas no governo Temer. Entregaremos 22,5 mil unidades neste mês de dezembro. Foram 75 mil em 90 dias”, afirmou o ministro.
 
De acordo com Baldy, a ideia é fazer 1 “dia nacional do Minha Casa Minha Vida” com essas inaugurações. As datas foram marcadas assim que ele assumiu o Ministério das Cidades, em novembro.
 
O ministro disse que o objetivo das entregas também é atender demandas de deputados e ajudar o governo a ganhar votos a favor da reforma da Previdência. “Todos os meus esforços no Ministério das Cidades serão para aprovar a [reforma da] Previdência”, declarou.
 
Baldy acompanhará Temer na viagem a Alagoas. Além das entregas em Maceió, onde o presidente e o ministro das Cidades estarão, serão feitas entregas em outros municípios. Ministros do governo, mesmo de áreas não diretamente ligadas à infraestrutura, também participarão de entregas das unidades habitacionais.
 
AGENDA EXTENSA
 
Nesta semana, Temer deve participar, na 3ª feira (19.dez), da convenção nacional do seu partido, o PMDB. O encontro deve oficializar a mudança de nome de PMDB para MDB.
 
O presidente também receberá, na 5ª feira (21.dez) líderes do Mercosul para uma reunião de cúpula dos integrantes do bloco aduaneiro. É esperado 1 acordo com a União Europeia sobre a exportação de carne e etanol sul-americanos com menores taxas de importação na Europa.
 
Na 6ª feira (22.dez), Temer receberá o presidente da Guiana, David A. Granger, no Palácio do Planalto.
 
O presidente foi submetido a 1 procedimento cirúrgico em 13 de dezembro por causa de uma nova obstrução urinária. Ficará com uma sonda durante 3 semanas. Por isso, o Planalto quer evitar agendas diárias extensas e deslocamentos longos.
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!