Rede entra com ação para cassar mandato de ex-líder do governo

01/12/2015 08:10

Marina assinará a representação contra Delcídio; DEM e PSDB devem tomar mesma iniciativa

 

- O Globo

 

-BRASÍLIA- A representação que a Rede Sustentabilidade vai protocolar hoje ao meio-dia no Conselho de Ética, pedindo abertura de processo para cassação do mandato do senador Delcídio Amaral (PT-MS), será assinada pela presidente do partido, Marina Silva. DEM e PSDB também devem representar contra Delcídio no Conselho, mas não há definição se assinarão a representação da Rede ou entrarão com outra ação.

 

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AC) articula para que o PPS do senador José Medeiros (MT) assine a representação do seu partido.

 

Na última quinta-feira, os líderes do DEM e do PSDB, Ronaldo Caiado (GO) e Cássio Cunha Lima (PB), decidiram esperar até hoje para ver se o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), aceitará o pedido para enviar ao Conselho de Ética a comunicação da decisão do plenário de manter a prisão de Delcídio.


O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), que participará sexta-feira da reunião da Executiva Nacional do partido, deverá votar pela expulsão de Delcídio do PT. Sua posição será alinhada à do presidente da sigla, Rui Falcão. A decisão foi tomada pela bancada petista no Senado ontem. A avaliação dos senadores é que, diante da gravidade dos fatos contra Delcídio, será inevitável a instalação de processo no Conselho de Ética pela cassação de seu mandato.