Redução da Maioridade Penal

14/07/2015 23:58

Por Josenildo Melo

                                   REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL

            Somos contra a redução da maioridade penal! Com toda humildade, qual intelectual seria a favor? O que é um intelectual? Na concepção aristotélica, eram definidas, como intelectuais, virtudes como ciênciasapiência, inteligência e arte, as quais permitiriam à "alma intelectiva" - distinta da "alma vegetativa" e da "alma sensitiva" e entendida como princípio vital do Homem - alcançar a verdade. Os simples e pobres merecem respeito!

            O caminho fácil é o caminho dos tolos e insensatos. Invoco aqui o brilhante orador e excelente advogado Gilberto Ferreira! No programa painel da cidade de todos os sábados o Dr. Gilberto Ferreira costuma analisar profundamente a sociedade piauiense e brasileira; se você deseja entender um pouco mais da conjuntura política atual seja ouvinte do Dr. Gilberto.

            O SER HUMANO é o que de mais sagrado existe na face da terra; somos a imagem e semelhança de Deus. A sociedade contemporânea precisa valorizar mais o SER e não meramente o TER. O calor das emoções costuma ser um caminho perigoso! Porque invocamos no início o sentido etimológico do termo intelectual; porque geralmente os bons intelectuais se pautam pela razão e não meramente pelo clamor muitas vezes insensato e motivado por aspectos emocionais das ruas. Nossas crianças e adolescentes precisam e necessitam é de investimentos em educação, cultura, lazer, esportes e estrutura pra ajudar a desenvolver suas potencialidades, o nosso país e, sobretudo nosso estado do Piauí. É perigoso defender algo sob forte emoção!

                Para o filósofo, “intelectual” não se refere a certos indivíduos detentores de títulos acadêmicos, distantes da massa, que normalmente vivem encastelados em suas mansões e fora da realidade. Para ele, o intelectual só pode ser entendido pela sua base histórica e seu meio social. Todos somos vocacionados ao desenvolvimento intelectual; no entanto, todo ser humano precisa de estruturas sócio-político e econômicas pra desenvolver suas potencialidades. Quem estuda a fundo a questão social sabe que a redução da maioridade penal não é o “remédio” pra todos os problemas estruturais do Brasil e do Piauí. Precisamos é combater a corrupção; a sociedade brasileira e piauiense precisa é perceber o Ser Humano como uma dádiva de Deus e cuidar do Ser Humano percebendo o exemplo de nações civilizadas que cuidam do Ser Humano possibilitando estruturas sociais realmente necessárias ao desenvolvimento de seu potencial.

            Levamos tão a sério a questão humana; que não costumamos tecer comentários a tudo que possa ser apenas fruto do calor das emoções. A questão da redução da maioridade penal pode está sendo meramente usada como trampolim político. É chegado o momento do BRASIL e do ESTADO DO PIAUÍ passar a realmente cuidar dos seus problemas com racionalidade. Quantos pobres cresceram e evoluíram estudando? Muitos; inúmeros. Antes de tecerem comentários sobre a possibilidade de todos os pobres serem propensos ao crime; melhor seria realmente combater a corrupção; investir em escolas de qualidade; conter o egoísmo pessoal.

            Se as pessoas não estão tendo mais tanto tempo pro desenvolvimento de pesquisas e muito menos lendo em profundidade fatos e acontecimentos da nossa realidade; isso é grave. A sociedade organizada não pode se mover apenas por instintos momentâneos. O problema da sociedade contemporânea brasileira e piauiense é de falta de vontade política de quebrar paradigmas anteriormente estabelecidos. Defender o caminho mais fácil é realmente fácil!

            O SER HUMANO é o que de mais precioso temos na terra. O problema carcerário e de segurança é bem mais profundo do que muitos imaginam. Somos contra a redução da maioridade penal. Com profundo respeito à liberdade de opinião e expressão de pensamentos expostos ou defendidos por quem quer que seja. O problema do Brasil e do Piauí é corrupção?

            Alguns juristas sérios e defensores do estado democrático de direitos chegam a revelar que com apenas 10% de todo dinheiro envolvido em corrupção daria pra resolver toda a problemática estrutural carcerária e de segurança pública em todo território nacional. Reflita!