Rezar pelos bispos que são as colunas da Igreja

22/01/2016 19:55

Rezar pelos bispos que são as colunas da Igreja - Papa em Santa Marta

Rádio Vaticana

O Evangelho do dia (São Marcos) fala da escolha dos doze Apóstolos por Jesus: escolhe-os “para que estejam com Ele e para os mandar pregar e expulsar demónios”. Os doze – afirmou o Papa - “são os primeiros bispos”. Depois da morte de Judas é eleito Matias: é “a primeira ordenação episcopal da Igreja”. “Os bispos são colunas da Igreja”, chamados a ser testemunhos da Ressurreição de Jesus:

Nós bispos temos esta responsabilidade de ser testemunhos: testemunhos de que o Senhor Jesus está vivo, que o Senhor Jesus ressuscitou, que o Senhor Jesus caminha connosco, que o Senhor Jesus nos salva, que o Senhor Jesus deu a sua vida por nós, que o Senhor Jesus é a nossa esperança, que o Senhor Jesus nos acolhe sempre e nos perdoa. O testemunho. A nossa vida deve ser isto: um testemunho. Um verdadeiro testemunho da Ressurreição de Cristo.”

 

Os bispos – continuou o Papa – têm duas tarefas:

 

A primeira tarefa do bispo é estar com Jesus na oração. A primeira tarefa dos bispo não é fazer planos pastorais… não, não! Rezar: esta é a primeira tarefa do bispo. A segunda, é ser testemunho, isto é pregar. Pregar a salvação que o Senhor Jesus nos trouxe. Duas tarefas não fáceis, mas são precisamente essas tarefas que tornam fortes as colunas da Igreja. Se estas colunas se enfraquecerem porque os bispos não rezam ou rezam pouco; ou porque os bispos não anunciam o Evangelho, ocupando-se doutras coisas, a Igreja também se enfraquece, sofre. O povo de Deus sofre, porque as colunas são fracas

 

A Igreja sem os bispos não pode andar” – afirmou o Papa. Por isso, "a oração de todos nós para os nossos bispos é uma obrigação, mas uma obrigação de amor, uma obrigação dos filhos perante o Pai, uma obrigação dos irmãos, para que a família permaneça unida na confissão em Jesus Cristo, vivo e ressuscitado”.

 

Por isso, quero hoje convidar a rezar por nós, os bispos, porque nós também somos pecadores, nós também temos fraquezas, nós também corremos o perigo de Judas; ele também tinha sido eleito coluna; nós também corremos o perigo de não rezar, de fazer coisas que não sejam anunciar o Evangelho e expulsar demónios… Rezar, a fim de que os bispos sejam como Jesus queria, que todos nós demos testemunho da Ressurreição de Jesus. O povo de Deus reza pelos bispos. Em todas as Missas se reza pelos bispos: reza-se por Pedro, o chefe do Colégio Episcopal, e reza-se pelo bispo do lugar. Mas isto não basta: diz-se o nome, e muitas vezes diz-se simplesmente por hábito, e vai-se para a frente. Rezar pelo bispo com coração, pedir ao Senhor: Senhor, cuida do meu bispo; cuida de todos os bispos e manda-nos os bispos que são verdadeiros testemunhos, bispos que rezam e bispos que nos ajudem, com as suas pregações, a compreender, a estarmos seguros de Ti, Senhor, estás vivo, está entre nós”