Semana Decisiva

10/08/2015 18:21

Por Josenildo Melo

                                               SEMANA DECISIVA?

            O clima político continua tenso. Teremos uma semana decisiva? O termômetro da crise será a capacidade de reunir ou não milhões de pessoas nas ruas do Brasil. O dia 16 de agosto de 2015 é mais um dia D? Independentemente de que lado esteja os analistas ou pseudoanalistas; nada é mais concreto do que a capacidade de aglutinar pessoas. É através da capacidade de reunir milhões de pessoas nas ruas que se saberá concretamente a dimensão real da crise!

            Qual o sentido de sempre falar sobre uma suposta crise? Não é apenas o falar da imprensa; contra fatos não existem argumentos. Os aspectos aditivos consubstanciais de entendimento analítico da sociedade resvala primeiramente em quem possui a capacidade de perceber o que apenas ainda está no início de uma concretização. Neste momento o entrelaçamento realidade concreta e aspectos formadores não andam meramente alinhados; um começou primeiro que o outro? Quem tem fontes privilegiadas e visão consegue perceber!

            A questão maior é o “terreno” realmente sendo preparado. E que preparação é esta? Ninguém terá a capacidade de perceber totalmente esta dimensão. Ela surge a cada dia e a cada suposta reação esboçada. A máxima de que quando todos estão se afastando algo ruim está acontecendo não pode ser desconsiderada neste momento. É da natureza humana não desejar colher por tabela aspectos negativos de uma realidade que se encaminha. É o mundo político!

            A semana está apenas começando. O clima propício ao encaminhamento de uma realidade que vai se apresentar ninguém terá a capacidade de prever; mas os organismos maiores sempre detectaram tudo antes? Nesta semana decisiva e de preparação de uma possível colocada em cena do fator decisivo de destituição de Poder pode está sendo colocado em prática? Tudo pode acontecer; desde o planejado ao não adequadamente planejado. O acaso também produz reações adversas. O certo mesmo é que adentramos em uma semana decisiva!

            Cinco ou dez milhões de pessoas nas ruas é o propósito almejado? O que é o povo? Neste momento é o componente maior de desqualificação de reações adversas. A multidão ou multidões de pessoas será o argumento principal da derrocada geral? É assim a vida política!

            


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!