Tasso Jereissati diz que governo Dilma não existe mais

11/09/2015 16:48

Tasso Jereissati diz que governo Dilma "não existe mais"

A declaração foi dada durante evento político no Crato, que faz parte da estratégia tucana para fortalecer o partido para as eleições de 2016

O senador Tasso Jereissati (PSDB) disse que a queda do PIB trimestral do Ceará (-5,32%) é reflexo do “caos” do governo da presidente Dilma Roussff (PT). As declarações foram dadas na noite de ontem no Crato, região do Cariri. O evento político faz parte da estratégia tucana para fortalecer o partido e tentar conquistar até 50 prefeituras nas disputas municipais de 2016. 

Em seu discurso, o senador declarou: “O governo Dilma não existe mais. Existe um caos. O Brasil não tem condições de continuar assim”. Apesar de ter relação amigável com o governador Camilo Santana (PT), unindo-se a ele na campanha para trazer o hub da TAM a Fortaleza, Tasso disse que sua missão era “tirar das mãos do PT o Estado do Ceará”.

A partir da divulgação do PIB trimestral ontem, o senador culpou a gestão federal pela retração na economia cearense, quase o dobro da nacional (-2,6%). “O povo do Ceará está duas vezes mais pobre que o resto do Brasil”, argumenta.

A crise no governo petista vem fortalecendo o PSDB, inclusive no Ceará, onde perdeu forças desde a eleição de Cid Gomes, em 2006. O partido é um dos mais fortes à frente da oposição. De acordo com o presidente estadual da sigla, Luiz Pontes, já no início do segundo mandato de Dilma, a procura por filiações ao PSDB se intensificou.

O encontro no Crato marca o início de uma fase de peregrinação para reconquistar a simpatia do povo cearense até as eleições 2016. Já há ações agendadas para Sobral e Quixadá nos dias 24 e 25 de setembro, respectivamente. Ontem, se filiaram ao partido os ex-prefeitos Afonso Sampaio (Nova Olinda), Evanderto Almeida (Assaré) e Dorival Oliveira (Altaneira).

“Quando assumi em 2013, peguei um partido sem perspectivas. Hoje eu vejo o crescimento. Queremos trazer novas caras para a política”, disse Pontes quando se reelegeu ao cargo na agremiação, em junho. Desde então, os tucanos têm realizado campanhas de filiação. Para 2016, Tasso Jereissati planeja convite ao deputado estadual Capitão Wagner (PR) para disputar a prefeitura de Fortaleza.

Encontro do PMDB

Na região Norte do Estado, o PMDB organiza evento com aliados no sábado, 12 de setembro. Este é o terceiro encontro regional do partido em 2015, com representantes das oito macrorregiões do Ceará. O presidente estadual da legenda, o senador Eunício Oliveira, vai liderar as discussões de tópicos como combate à seca, crises na segurança pública e na saúde e políticas públicas para geração de emprego e renda. A expectativa é de que a ação fortaleça a sigla em meio aos preparativos para as eleições municipais de 2016.

Sobral é a região de domínio político do grupo dos Ferreira Gomes, hoje rivais de Eunício.

 

Fonte: http://www.opovo.com.br