Temer dá posse a Marun na articulação política

15/12/2017 19:06
Temer tem alta e dá posse a Marun na articulação política do governo
Marun assume no lugar de Antônio Imbassahy
Deputado do PMDB assume como novo ministro da Secretaria de Governo
 
Alexandre Garcia, do R7 
 
Após receber alta médica às 11h desta sexta-feira (15), em São Paulo, o presidente Michel Temer (PMDB) deu posse ao novo ministro da Secretaria de Governo, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), em Brasília.
 
No cargo, Marun será responsável pela articulação política do governo no Congresso Nacional.
 
Em pronunciamento durante a posse, o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou ter certeza que Marun "assegurará a harmonia entre o Executivo e o Legislativo".
 
“A atuação do Marun na Câmara foi decisiva para aprovação de medidas que estrão trazendo de volta os empregos ao País”, ressaltou o presidente.
 
Em seu discurso de posse, Marun agradeceu pela confiança do presidente Michel Temer e pelo apoio de seus familiares e colegas deputados.
 
Marun ainda mencionou o ex-comandante da pasta, o também deputado Antônio Imbassahy (PSDB). "É um grande desafio suceder um amigo e colega deputado, que é responsável pelo sucesso que o nosso governo tem hoje para comemorar", disse o novo ministro, que afirma aceitar o desafio porque acredita no governo do presidente Temer.
 
"Vejo o senhor como um homem determinado a fazer aquilo que o Brasil precisa que seja feito", destacou Marun antes de revelar que abre mão de sua reeleição como deputado federal para estar ao lado de Temer "até que essa tarefa se conclua". 
Temer também enalteceu o trabalho de Imbassahy à frente da Secretaria de Governo. "Chegamos no governo há um ano e meio e tivemos no Imbassahy uma figura preciosa", finalizou.
 
Previdência
 
Ao dar o que chamou de uma “palavra de entusiasmo” para o mercado financeiro, Temer garantiu que Marun irá “levar adiante a Reforma da Previdência”. “Nós vamos aprovar a Previdência no Congresso Nacional. Temos apoio do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do [presidente do Senado], Eunício [de Oliveira], e de todos os líderes da base de governo”.
 
Maia marca votação da reforma da Previdência para 19 de fevereiro
 
O peemedebista ainda pediu para que o novo ministro “dedique-se ao menos 18 horas por dia, se possível 20” debruçado sobre as mudanças no sistema de aposentadorias.
 
“Acho que você [Marun] tem energia para isso. [...] Se dedicando a isso, você estará contribuindo para o País”, afirmou o presidente. "Com esse gigante na Secretaria de Governo, tenho certeza de que chegaremos lá", concluiu.
 
Antes da fala de Temer, Marun disse que assume a pasta consciente de que a reforma da Previdência é "o maior dos desafios" do governo. "Precisamos de uma Previdência mais justa e menos desigual para todos os brasileiros".
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!