The New York Times declara apoio a Hillary

24/09/2016 17:37
Reuters
Hillary Clinton havia exigido que seu rival se desculpasse com o presidente Barack Obama (Foto: Carlos Barria/Reuters)
'The New York Times' declara apoio a Hillary em eleição nos EUA
 
Candidata democrata disputa pleito com o rival republicano, Donald Trump.
 
Para o jornal, Hillary é mais qualificada para lidar com os problemas do país.
 
O jornal "New York Times" declarou neste sábado (24) apoio à democrata Hillary Clinton na eleição presidencial dos Estados Unidos, afirmou a agência de notícias Reuters.
 
Segundo o periódico, ela é mais qualificada do que o rival republicano Donald Trump para lidar com os desafios enfrentados pelo país.
"O compromisso de uma vida inteira para resolver problemas no mundo real qualifica Hillary Clinton para este trabalho, e o país deve colocá-la para trabalhar", afirmou o "Times" sobre a ex-secretária de Estado e senadora por Nova York.
 
Segundo a agência France Presse, o jornal também fez críticas a Trump, que, para o "New York Times", é o "pior candidato de um grande partido na história moderna americana".
 
O jornal expressa seu apoio dois dias antes do primeiro debate presidencial, ponto alto da campanha, a seis semanas da eleição. Os dois candidatos se encontrarão na noite desta segunda-feira (26).
 
Hillary lidera pesquisa pré-debate
 
A candidata democrata tem uma vantagem de quatro pontos percentuais sobre o republicano Donald Trump no momento em que se aproxima o primeiro debate presidencial nos Estados Unidos, segundo a mais recente pesquisa nacional da Reuters/Ipsos, divulgada nesta sexta-feira (23).
 
A pesquisa de opinião realizada entre 16 e 22 de setembro mostra que 41% de prováveis eleitores apoiam Hillary, enquanto que 37% estão com Trump. Hillary tem ficado na frente de Trump na pesquisa durante a maior parte da campanha em 2016, mas a vantagem dela tem se reduzido desde as convenções nacionais democrata e republicana, em julho.
 
O levantamento tem um intervalo de credibilidade, uma medida de precisão, de três pontos percentuais, o que significa que os resultados poderiam variar para mais ou para menos nessa faixa.
 
A apenas seis semanas das eleições de 8 de novembro, o debate da próxima segunda-feira na Hofstra University, em Hempstead, em Nova York, será o primeiro dos três entre os rivais que disputam a Casa Branca.
 
Ele representa uma grande oportunidade para os candidatos convencerem eleitores que ainda não definiram a sua opção, depois de uma campanha na sua maior parte negativa, em que Hillary e Trump buscam retratar um ao outro como pessoas que não inspiram confiança, perigosas para o país.
 
O debate, que será transmitido ao vivo pela TV, deve atrair uma audiência de 100 milhões de norte-americanos, o equivalente a uma audiência de Super Bowl, segundo alguns analistas.
 
Fonte: g1
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!