A possibilidade de Luiz Júnior se filiar ao PSDB

18/01/2018 17:51
Coluna da Lídia Brito - Política Dinâmica
Firmino busca estreitar laços com Luiz Júnior (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)
ELEIÇÕES 2018 - LUIZ JÚNIOR MAIS PERTO DE FIRMINO
 
CRESCE NO PSDB A POSSIBILIDADE DO VICE-PREFEITO SE FILIAR AO PARTIDO E ESTREITAR OS LAÇOS COM FIRMINO FILHO
 
Apesar do apoio dado pela oposição à pré-campanha do deputado Luciano Nunes (PSDB) ao governo, o prefeito Firmino Filho (PSDB) insiste em continuar no jogo. Ele não quer ser carta fora do baralho, pelo contrário, a todo momento diz que a possibilidade de concorrer é real.
Trabalhando essa possibilidade, ainda que remota, de deixar a prefeitura para ser candidato, o tucano apresenta alguns sinais de que isso pode se concretizar. Um dos pontos a ser observado é o tratamento que Firmino tem dado ao vice-prefeito, Luiz Júnior MDB), nos últimos dias.
 
O próprio Firmino afirma que tem frequentado mais a vice prefeitura. Ele revela que faz questão de manter uma relação mais próxima com vice, convidando Júnior para todos os eventos e reuniões.
 
No PSDB, cresce a ideia de que Luiz Júnior poderá ingressar nos quadros do partido em breve. Isso significa o distanciamento dele com relação ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB).
 
Ao ser questionado pela coluna como anda a relação com o vice, Firmino foi categórico em afirmar que tem o emedebista como um importante aliado. “ É um aliado sem dúvida nenhuma. Acho que tem preparo e experiência administrativa e tem demonstrado grande vontade de aprender e conhecer mais. Demonstra seu carinho pela cidade”, declarou.
 
Se estiver pensando realmente em deixar a prefeitura, Firmino tem se esforçado para deixar um aliado na sua cadeira. “Tenho uma boa relação com o Júnior. Ele participa das ações do governo, reuniões de secretários, reuniões de trabalho e visitas. Estive várias vezes na vice- prefeitura esta semana. É um relacionamento maduro”, afirmou.
 
Do outro lado, a aproximação de Luiz Júnior com Firmino é vista como uma traição a Themístocles. Lideranças do MDB dizem  não acreditar que o vice seria capaz de “trair” um amigo de longa data como o presidente da Assembleia.
 
A indicação dele para a vaga de vice, na eleição de 2016, foi feita por Themístocles contra a vontade do PSDB e do próprio MDB. Há quem diga que o próprio Firmino foi contra. Se afastar do emedebista para se unir a Firmino é vista como uma traição imperdoável. Seria um dos grandes “balões” da política do Piauí.
 
 
Fonte: https://www.politicadinamica.com/
Coluna Lídia Brito
 
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!