Essa desigualdade social ninguém aguenta mais?

15/01/2018 10:28

Por Josenildo Melo

                        ESSA DESIGUALDADE NINGUÉM AGUENTA MAIS?

            Que desigualdade? A desigualdade entre a opulência por parte de quem faz parte do staff da gestão governamental e os trabalhadores. Enquanto os primeiros vivem em um mundo de fantasias; o segundo vive sem a mínima garantia de direitos no âmbito educacional, de saúde pública e principalmente de falta das condições mínimas de sobrevivência. Ninguém aguenta mais tanta desigualdade social no Piauí! Os cidadãos de bem; vivem em eterno medo!

            O que é a desigualdade social? A desigualdade social refere-se a processos relacionais na sociedade que têm o efeito de limitar ou prejudicar o status de um determinado grupo, classe ou círculo social. As áreas de desigualdade social incluem o acesso aos direitos de voto, a liberdade de expressão e de reunião, a extensão dos direitos de propriedade e de acesso à educação, saúde, moradia de qualidade, viajar, ter transporte, férias e outros bens e serviços sociais. Além de que também pode ser visto na qualidade da vida familiar e da vizinhança, ocupação, satisfação no trabalho e acesso ao crédito. Se estas divisões econômicas endurecem, elas podem levar a desigualdade social. A desigualdade social desde o século XXI tem se mostrado como um fator de retrocesso no crescimento econômico.

            Os populares costumam dizer: passa vereador, passa prefeito, passa governador e nada de fato acontece em termos de desenvolvimento econômico e social. As cidades não avançam e continuam da mesma forma de muitos anos atrás. O que nós temos com isso? Qualquer pessoa de bem e principalmente voltada aos estudos de configurações das sociedades precisa vir sim a público e relatar fatos e acontecimentos. Quem em sã consciência não fica triste ao perceber tanta demonstração de opulência em meio a tanta miséria? O Cristão precisa ter dentro de si a capacidade de ao menos colocar à disposição da sociedade o que pensa sobre a realidade em que vive. Já dizia Voltaire: posso não concordar com sua opinião; mas garantirei até à morte o seu direito de dizer. Vivemos em um Estado Democrático de Direitos.

            Que desigualdade social ninguém aguenta mais? A desigualdade que provoca não “inveja” mais reflexões sobre a vida. Que desigualdade ninguém aguenta mais? A que é possível perceber que não somos um Estado rico pra ver tantas pessoas possuírem tantos bens materiais enquanto outros não possuem praticamente nada. Que desigualdade social ninguém aguenta mais? A desigualdade que provoca a falta de medicamentos, a falta de educação pública de qualidade, a desigualdade em que somente os mais simples pagam o pato.

            E sabem qual a pior de todas as desigualdades sociais no mundo contemporâneo? O deturpar fatos e acontecimentos; o provocar de inescrupulosos “pagos” pra dilapidar a imagem de quem somente deseja um Estado onde o interesse pessoal não se sobreponha à coletividade. Se “matarem” as nossas capacidades de indignação ou “cortarem nossas cabeças”; mesmo assim entraremos pra História como mártires. E quem são os mártires? São todos aqueles que abdicaram da vida individual em prol da coletividade.  Estamos em pleno século XXI. Ocupem seus espaços sem medo. Nenhum gestor tem o direito de degradar sua imagem pública!

            O Direito nos assegura que não vivemos em “uma mera capitania hereditária”. O mundo mudou. Somos cidadãos livres e não meros bajuladores governamentais. A brutal desigualdade social no Estado do Piauí ninguém aguenta mais! Viva a Liberdade de Expressão! Viva a Liberdade de Imprensa! Ser Cristão é ser sinônimo de se preciso for: dar a vida em favor da coletividade. “Não somos mais nós que vivemos, mas Cristo que vive em nós”. Somos livres!


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!