Sintonize em Teresina - TV Século 21 - Canal 50.1

07/11/2018 09:52

Santo Alexandre I

Alexandre I, ou de Alexandria, viveu no início do século 3, no governo do Imperador Constantino, numa época em que se desenvolviam muitas heresias.

Alexandre foi o 19º Patriarca da Igreja de Alexandria, de 313 d.C. até sua morte. Durante seu patriarcado, lidou com vários assuntos importantes para a Igreja. Entre eles, a data da Páscoa, as ações de Melécio de Licópolis e o arianismo.

Ele foi o líder da oposição ao arianismo, principalmente no Primeiro Concílio de Niceia. Alexandre lutou contra o crescimento da doutrina de Ário em Alexandria convocando sínodos locais e o Concílio de Alexandria em 321 d.C., que acabou por expulsá-lo da região.

Melécio de Licópolis era um difamador de Alexandre. Ele chegou a apoiar Ariano e a ordenar alguns bispos por conta própria, sem o consentimento de seu superior. Essas diferenças continuaram até o Concílio de Niceia, quando Alexandre permitiu que Melécio voltasse à igreja, terminando a aliança com Ário.

Alexandre é venerado como santo na Igreja Católica Apostólica Romana, na Igreja Ortodoxa Copta e na Igreja Ortodoxa Oriental.

 

São Prosdócimo

O nome Prosdócimo, imediatamente mostra sua origem da região de Vêneto, da cidade de Pádua e, mais tarde, também de Rieti. Isso porque o culto a este santo vem de uma tradição muito antiga, do Século II, que homenageia o primeiro Bispo de Pádua, de Rieti e, também, padroeiro dessas duas cidades.

Segundo narram os registros oficiais da Igreja, Prosdócimo teria evangelizado também toda a Veneza ocidental, numa grande obra de difusão que fixou, definitivamente, o cristianismo no coração daquelas populações.

O nome Prosdócimo, em grego, significa “esperado”. Ele foi o primeiro evangelizador dessas cidades. De fato, verdadeiramente, o esperado por elas, que ainda eram pagãs.

Nas várias regiões de Rieti e Pádua, o Bispo Prosdócimo teria patrocinado prodígios e milagres, que as mais antigas tradições descrevem com toda a liberdade de expressão, reforçando ainda mais seus exemplos edificantes de fé em Cristo.

Às vezes, porém, os poucos documentos tornam mais redundantes as tradições. Como foi o caso deste Bispo. Depois de sua morte, encontrou-se o registro citando que a comunidade erguera, fora das muralhas de Pádua, a Igreja de Santo Prosdócimo, que mais tarde tornou-se a Basílica de Santa Justina, uma das mais belas da cidade.

A glória do Bispo Prosdócimo teria sido de fato, Justina ter sido convertida por ele. Essa nova cristã soube manter intacta a sua fé, enfrentando o martírio na perseguição de Nero. Entretanto Prosdócimo foi poupado, não havendo nenhum registro, ou tradição, que explique.

O Bispo morreu naturalmente. O seu culto ainda é vigoroso, sendo venerado pelos fiéis, que rezam por sua paternal intercessão nas situações de aflição e desânimo. A Igreja confirmou a sua celebração e, no calendário litúrgico, São Prosdócimo deve ser homenageado no dia 7 de novembro.

 

Todos os direitos autorais de imagens e texto são de responsabilidade do site: https://www.rs21.com.br/

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!