Vereadora do Psol é morta a tiros no Centro do Rio

15/03/2018 07:37
Vereadora do Psol é morta a tiros no Centro do Rio
A vereadora Marielle Franco, do Psol do Rio, foi morta a tiros na noite de 4ª feira (14.mar.2018)
 
Marielle Franco foi baleada no carro - Acompanhava intervenção federal - Poder 360
 
A vereadora pelo Rio de Janeiro Marielle Franco, do PSOL, foi morta a tiros no bairro do Estácio, região central da capital carioca, na noite desta 4ª feira (14.mar.2018).
 
Marielle voltava de 1 evento chamado “Jovens negras movendo as estruturas”, na Lapa. Ela estava dentro de 1 carro acompanhada de 1 motorista, que também foi morto, e de uma assessora. Segundo testemunhas, a vereadora teve o carro emparelhado por outro veículo, de onde partiram os tiros.
 
Há duas semanas, Marielle havia assumido a relatoria da Comissão da Câmara de Vereadores do Rio criada para acompanhar a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Ela vinha se posicionando publicamente contra a medida. A intervenção completa 1 mês nesta 6ª feira (16.mar).
 
REPERCUSSÃO
 
O Planalto divulgou nota dizendo que “acompanhará toda a apuração do assassinato”. Também informa que “o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, falou com o interventor federal no Estado, general Walter Braga Netto, e colocou a Polícia Federal à disposição para auxiliar em toda investigação.”
 
A Executiva Nacional do Psol, partido de Marielle, divulgou nota de pesar (íntegra). “A atuação de Marielle como vereadora e ativista dos direitos humanos orgulha toda a militância do PSOL e será honrada na continuidade de sua luta. Exigimos apuração imediata e rigorosa desse crime hediondo”, diz o documento.
 
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, também reagiu à notícia (íntegra): “lamentamos o brutal assassinato da vereadora Marielle Franco, cuja honradez, bravura e espírito público representavam, com grandeza inigualável, as virtudes da mulher carioca”. Disse que a cidade fica “desolada e amargurada pela perda de sua filha inesquecível e inigualável. Que Deus a tenha!”
 
Manifestaram-se ainda a bancada do PT na Câmara e a deputada federal Jandira Feghali (PC do B-RJ).
 
 
(Com informações da Agência Brasil)
 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!